PSG Vence e Neymar comemora avanço na Champions League

0

Neste último dia 28 de novembro de 2018 o Paris Saint-Germain realizou uma partida contra o Liverpool, onde saiu vitorioso por um placar de 2×1, no Parque dos Príncipes. E nesta vitória do PSG a participação do atacante Neymar foi fundamental, principalmente por estar já há um ano e meio no clube e ter a dura missão de levar o clube a conquista da Liga dos Campeões, algo que será inédito.

PSG x Liverpool foi uma partida decisiva, principalmente pelo fato do time francês não conseguir desempenhar um bom resultado em jogos considerados de grande importância. Após a vitória, Neymar comentou que era um jogo de tudo ou nada, uma verdadeira final e que todos os companheiros de clube deram o máximo desde o primeiro minuto.

Segundo o camisa 10, foi um alívio ter vencido, a equipe ter jogado bem e toda a força que o grupo acabou demonstrando durante o duelo.

PSG na Champions

Na última temporada o Paris Saint-Germain foi derrotado nas duas partidas das oitavas de final para o poderoso Real Madrid, de Cristiano Ronaldo até então. O primeiro jogo foi perdido por 3×1 na casa do Real e por 2×1 no lar francês. Neymar acabou ficando de fora da segunda partida por conta de uma lesão no pé.

Nos próprios duelos de grupo o PSG acabou perdendo para o Bayern de Munique por 3×1 e depois vencendo por 3×0, isso fez com que o clube passasse para a próxima fase, mas somente porque seus concorrentes eram o Celtic e Anderlecht, clubes da liga que estão em um nível abaixo do time francês.

Nesta temporada, o PSG só havia vencido o Estrela Vermelha em uma partida que acabou terminando em 6×1. Na chave havia uma derrota para o Liverpool e dois empates com o Napoli.

Segundo uma análise mais detalhada sobre a partida desta quarta, o PSG se mostrou mais centrado e confiante com relação à Champions League, principalmente por seus dois atacantes virem de lesões na última rodada de amistosos por suas seleções.

PSG x Liverpool

Nesta partida contra o vice-campeão da Champions, o PSG abriu o placar por 2×0 com gols de Bernat e de Neymar. O gol de “honra” chegou ao final do primeiro tempo, após a cobrança de pênalti de Milner. Porém mesmo sofrendo o gol, a equipe se manteve tranquila e soube controlar todos os lances perigosos da partida.

Buffon comentou que o PSG sempre ganhou jogos com grande qualidade técnica, mas somente em partidas de menor importância. Quando havia a necessidade de um jogo decisivo, o clube acabava falhando e não conseguia seguir em frente. Porém nesta quarta o time conseguiu criar jogadas, realizar marcações e estar conectado em todos os lances. Algo muito bom está por aí.

Após as derrotas recorrentes em partidas decisivas nas última e nesta temporada, um alerta foi ligado dentro da equipe. E isso foi fundamental para que o espírito coletivo fosse fundamental para a vitória contra o Liverpool e a possível classificação para a próxima etapa da Champions League.

O capitão brasileiro Thiago Silva citou que foi um jogo cansativo, porém a equipe jogou com garra e com o verdadeiro espírito de equipe, foi um jogo fantástico. Mas o capitão ainda citou que há um novo desafio no próximo jogo contra o Estrela Vermelha, pois o próprio Liverpool perdeu para time sérvio e será preciso jogar perfeitamente para garantir a classificação.

Próximo jogo do PSG na Champions League

O PSG garantiu a segunda colocação do grupo C com esta vitória. O clube está atualmente com 8 pontos, dois a frente do Liverpool e apenas um atrás do líder Napoli. O Estrela Vermelha é o último com quatro pontos e ainda possui a chance de classificação, então jogara com tudo para cima do PSG na próxima e última rodada.

A partida acontece na cidade de Belgrado, casa do Estrela Vermelha, no próximo dia 11 de dezembro de 2018. Uma vitória é fundamental para a classificação, mas dependendo dos resultados de seus adversários, até um empate garante a classificação. Porém uma derrota pode complicar a vida do PSG no campeonato.

Foto da capa: REUTERS/Benoit Tessier

Leave A Reply

Your email address will not be published.