Portugal vai à Copa, tão forte como nunca





Na terça-feira passada, Portugal derrotou a Suíça, em jogo válido pelo grupo B das eliminatórias europeias, e assegurou sua vaga direta para a Copa do Mundo de 2018, a ser realizada na Rússia. Jogando no estádio da Luz, a seleção lusitana se juntou à Polônia, Sérvia, Islândia e França, como selecionados europeus classificados diretamente à Copa nesta última rodada da fase de grupos. Anteriormente, Bélgica, Alemanha, Inglaterra e Espanha, já haviam garantido vaga. Itália, Dinamarca, Suíça, Croácia, Suécia, Grécia, Irlanda e Irlanda do Norte vão jogar a repescagem europeia, definindo as últimas quatro vagas.


Portugal vs Suica - Football tactics and formations


O time do técnico Fernando Santos até trocou o domínio da posse de bola com os suíços, mas controlou as ações durante todos os momentos. Bernardo Silva, atuando na zona da mediapunta, foi a principal figura, se sobressaindo sobre as presenças de André Silva e Cristiano Ronaldo, e sendo fundamental para os dois gols. Apesar da suíça ter começado o jogo buscando encurralar Portugal, com uma saída eficiente de trás por parte do zagueiro Fabian Schär, usando bem os lados, forte do time com as presenças dos laterais Stephan Lichtsteiner e Ricardo Rodríguez e dos extremos Xherdan Shaqiri e Admir Mehmedi, os comandados de Vladimir Petkovic não conseguiam levar perigo à meta defendida por Ruí Patrício.

Bernardo Silva gerou vários desequílibrios ainda no primeiro tempo, mas foi Djourou quem abriu o placar, marcando contra. No segundo tempo, Portugal conseguiu neutralizar melhor a saída de bola suíça, e André Silva ampliou de cara, dando maior tranquilidade à Portugal. Os lusitanos até se retraíram mais na reta final do jogo, mas mesmo partindo ao ataque, a Suíça não conseguiu nem mesmo descontar.

A melhor campanha de Portugal em Copas do Mundo, foi um terceiro lugar de 1966, liderada por Eusébio. Em 2006, com o comando de Felipão, o time do veterano Figo e do jovem Cristiano Ronaldo foi quarto. Agora, o time chega como campeão da Eurocopa, condição que lhe trás mais atenções, que podem significar dificuldades. Contudo, muito provavelmente, nunca uma seleção portuguesa foi tão forte assim para um Mundial, como este time de Fernando Santos vai à Rússia. A base é sólida, e não depende de Cristiano Ronaldo para vencer, como foi visto contra a Suíça, o que não significa que CR7, não possa fazer a diferença em cenários necessários.



Imagem: Seleção Portuguesa
Tecnologia do Blogger.