Pirlo: o eterno Maestro deixará os gramados






Andrea Pirlo, após 23 anos de carreira profissional, está se aposentado dos gramados, ao menos como jogador. Após começar a carreira no Brescia nos anos 90, com apenas 16 anos de idade, o brilhante cérebro de Pirlo entendeu que o corpo deveria parar em 2017, sabiamente, ainda em bom nível, e antes de se arrastar, como outros nomes já fizeram.

Il Architetto, foi provavelmente, o pivote mais impactante dos últimos anos no futebol. Nenhum outro jogador, atuando na frente da área, contribuiu tanto com gols e assistências ao seu time, algo que por vezes é até mesmo ofuscado pela maneira como Pirlo conduzia a bola, se movendo em campo com extrema elegância, e ao mesmo tempo, a capacidade de leitura de um enxadrista.


Ele vestiu a camisa da Internazionale, mas brilhou mesmo com a camisa do Milan, onde brilhou até os 33 anos, quando rumou à Juventus, e lá ainda ajudou a levantar um clube que havia sofrido com o Calciopoli. Depois, quando viu que já não tinha mais

"Não sinto pressão. Passei o domingo 6 de julho de 2006 em Berlín dormindo e jogando no PlayStation. De noite, ganhei a Copa del Mundo", declarou Andrea Pirlo uma vez. Ao todo, Pirlo conquistou uma Copa do Mundo, foi vice-campeão da Eurocopa, e conquistou a Champions League com o Milan.

O contrato de Pirlo com o New York City vai até o final do ano. O time do City Football Group ocupa a segunda posição da Conferência Leste da MLS, e já está garantido nos playoffs.



Imagem: Instagram de Pirlo

Tecnologia do Blogger.