Guia da Champions League 2017-2018: Maribor



Dominando a Liga local nesta década, o Maribor é o único da Eslovênia, em toda a história, a alcançar a fase e grupos da UEFA Champions League: o fez na temporada 1999-2000, na temporada 2014-2015, e na atual.
Fundado em 1960, o clube fez uma bela trajetória nos play-offs nesta edição, batendo na fase decisiva o Hapoel Beer Sheva, clube israelense que vem apresentando um projeto bem interessante. Na temporada 2014-2015, para chegar na fase de grupos da Champions, o Maribor havia eliminado no play-off o Celtic, campeão Europeu em 1967, o que deixa claro que pode sim fazer estragos, e merece respeito. Em uma chave E onde Spartak Moscou, Sevilla e Liverpool são favoritos, desta vez, só resta ao clube esloveno esperar um tropeço de um destes, e tentar surpreender.
Espere um Maribor jogando no mesmo estilo que a seleção eslovena joga, ou seja, com uma equipe disciplinada que não se expõe à muitos riscos, e aposta nos contra-ataques rápidos. O técnico Darko Milanič geralmente monta a equipe em um 4-4-2, variando para o 4-2-3-1, buscando tirar o melhor dos seus atletas. A missão será encontrar uma maneira de se manter estável atrás ao defender em posicional, e conseguir atacar bem nas transições ofensivas, já que a equipe deverá ter poucas oportunidades de atacar em posicional, no decorrer da fase de grupos.

O goleiro Jasmin Handanović, e o atacante brasileiro Marcos Tavares, são dois dos nomes mais experientes, em um elenco relativamente jovem. Contudo, a principal esperança, deverá ser depositada no extremo-esquerdo Valon Ahmedi, que pintou recentemente como um ótimo valor.
Tecnologia do Blogger.