Guia da Champions League 2017-2018: Atlético de Madrid

Guia da Champions League 2017/18: Atlético



O Atlético de Madrid, parece ter perdido nível nas últimas temporadas. Na tentativa de ser mais propositivo e ofensivo, Simeone tornou o seu time mais ofensivo, perdendo qualidade ao defender a área e arredores, com relação às temporadas anteriores, como a 2013/14, quando conquistou o título espanhol e foi vice-campeão europeu. Contudo, não se tornou tão forte assim na frente, já que não conta com jogadores de ataque do mesmo talento que os craques de um PSG, Real Madrid, ou Barcelona. 

A competitividade perdida em La Liga, quase custou a vaga na Champions, já que os colchoneros só se firmaram no G-4 do espanhol nas rodadas finais. Mas, a vaga direta na fase de grupos da Champions veio, mesmo que contando com quedas de rendimento de Sevilla, Villarreal e Real Sociedad. E na Champions 2017-2018, o Atlético estará em uma chave complicada, ao lado de Chelsea, Roma e Qarabag. Os dois primeiros tem qualidade, e o terceiro, exige uma viagem longa, atravessando a Europa, para chegar no Azerbaijão.





O gol do Atlético, segue tendo a segurança de Oblak. Em um time que cada vez mais faz seu jogo por dentro, Vrsaljko passou a ser uma peça fundamental na lateral-direita, formando a defesa base ao lado de Savic, Godín e Filipe Luís. Gabi e Saul serão os mediocentros do miolo da segunda linha do 4-4-2, com Koke (invertendo com Saul) e Carrasco pelas beiradas, e a princípio, Griezmann e Torres ou Gameiro no ataque. Angelito Correa faz um ótimo começo de temporada, e pode pedir passagem neste XI inicial, se for, na prática, o jogador que se esperava dele quando apareceu no San Lorenzo. Outro que tenta reencontrar espaço é Vietto. 

Por conta de uma punição da Fifa, o Atlético só poderá inscrever novos jogadores em Janeiro de 2018. Aí sim, Vitolo, uma peça muito interessante para a zona extrema do campo, estará disponível, dando mais profundidade ao elenco. Até lá, Vitolo ficará emprestado ao Las Palmas. Outro negócio que deve ser fechado em janeiro, após a punição, é Diego Costa, que não foi inscrito na Champions pelo Chelsea.



Imagem: Atlético de Madrid
Tecnologia do Blogger.