Guia da Champions League 2017-2018: Tottenham




Sem White Hart Lane, que passa por ajustes, o Tottenham não foi nada bem na UEFA Champions League passada, sendo eliminado ainda na fase de grupos, em uma chave que contava com Monaco, Bayer Leverkusen e CSKA Moscou. Rebaixado para o mata-mata da Liga Europa, também não avançou muito. Na temporada 2017-2018, o grupo da Champions é ainda mais complicado, com Real Madrid, Borussia Dortmund e Apoel, e Wembley ainda será a casa dos Spurs. Avançar de fase será um desafio tremendo para os comandados de Mauricio Pochettino, que contudo, já mostraram sua força.

A aposta do Tottenham é na continuidade e na manutenção de um mesmo grupo de trabalho. Kyle Walker foi negociado com o Manchester City, Nabil Bentaleb, Federico Fazio e alguns jovens foram liberados, mas até já tinham substitutos dentro do elenco. Os Spurs só foram buscar peças pontuais, sendo os zagueiros Juan Foyth e Davinson Sánchez, o ótimo lateral Serge Aurier, o atacante Fernando Llorente, e o goleiro Paulo Gazzaniga, e mantiveram uma base titular, o que também mantém o mesmo padrão de jogo.


Tottenham - Football tactics and formations


O sistema tático de Mauricio Pochettino pode variar entre o 4-2-3-1, mantendo Kane como único atacante, com Dembelé ou Son, Dele Alli e Eriksen mais por trás, ou até mesmo o 3-4-2-1, com Dele e Eriksen por trás de Kane, que seguirá sendo a principal esperança de gols. O estilo de jogo seguirá sendo a busca pelo domínio, adaptado às exigências da Premier League, mas agora também visando melhores resultados na Europa. Neste sentido, a chegada de Aurier, um lateral com capacidade para atacar espaços externos e interiores, foi muito positiva. Já Llorente, dará uma opção de presença na área que não havia com qualidade no elenco.




Imagem: Standard.co.uk
Tecnologia do Blogger.