Sneijder terá a missão de liderar o projeto de um novo Nice





Nas últimas temporadas, o Nice vem buscando elevar o seu nível, e se firmar como uma das potências da Ligue 1. A chegada do técnico Lucien Favre, se deu como um começo de uma eram que foi marcada pelas chegas de nomes de impacto, como Dante, Balotelli e Wesley Sneidjer, a mais recente estrela a desembarcar no sul da França.

Sneidjer já esteve entre os melhores jogadores do planeta, especialmente no período em que defendeu a Internazionale, onde conquistou a tríplice coroa, levando também a sua seleção holandesa ao vice-campeonato da Copa do Mundo, em 2010. Depois de algumas temporadas defendendo o Galatasaray, ele volta às cinco grandes ligas com o desafio de liderar o projeto do Nice, dentro de campo, tendo de mostrar que não perdeu nível neste período em que saiu dos holofotes do planeta bola.

Os Les Aiglons, já recuperaram recentemente talentos como Hatem Ben Arfa e Mario Balotelli. Wesley Sneijder não tem em seu currículo casos de indisciplina, e deverá ser recuperado de maneira ainda mais fácil. Além de experiente, é um cara vitorioso, que agregará também no sentido de trazer uma mentalidade vencedora, em um elenco que conta com muitos jovens. Um dos nomes que deve ser ainda melhor ativado, é o de Vincent Koziello, de apenas 20 anos. O jogador dará a velocidade por um dos lados, enquanto pelo outro, o também jovem e recentemente contratado Saint Maximin deve ser já uma referência para a equipe, terceira colocada da última Ligue 1.

Na frente, Valentin Eysseric e Alassane Plèa, devem disputar uma vaga, já que ninguém imagina Sneijder, Saint Maximin e Balotelli, fora do XI de gala. O Nice caminha bem e seguro por um caminho de fortalecimento, e vai consolidando um projeto que já da bons frutos, que devem ser ainda melhores em breve.



 Imagem: Nice
Tecnologia do Blogger.