Real Madrid é o campeão da Supercopa da UEFA 2017




Real Madrid e Manchester United decidiram nesta terça-feira a Supercopa da UEFA 2017, em  Em Skopje, na Macedônia, com os espanhóis vencendo por 2 a 1, e ficando com a taça. O jogo foi mais do mesmo, com o Real apenas dando continuidade ao que fazia na temporada passada: dominou o adversário, marcou seus gols, venceu, e conquistou mais um título. 

A final começou com muitas similaridades na relação com a temporada 2016/17. O United fez encaixes individuais desde o campo de ataque, dificultando a saída de bola do Real e o avanço, como fez com o Ajax, na final da Europa League. Num 5-3-2, a idéia era conectar rápido com os homens de frente, especialmente com Pogba e Lukaku por cima, bem ao estilo de José Mourinho. Aos poucos, os Red Devils foram deixando de pressionar o portador da bola. Ramos, Varane e Casemiro passaram a encaixar melhor a marcação nos homens de frente do adversário, e também passaram a se conectar melhor com Kroos e Isco. O time dirigido pelo técnico francês Zinédine Zidane passou a encontrar assim espaços para se colocar em campo rival, trocar passes na intermediária e lançar bastante a bola na área, como gosta, em busca de concessões e/ou rebotes. 


Real Madrid vs Manchester United - Football tactics and formations



Jogando como gosta, não demorou para o Real Madrid abrir o placar. Carvajal lançou Casemiro em profundidade, e o brasileiro aproveitou para balançar as redes naquela que foi a terceira, de três ocasiões de gol que ele teve/gerou. Vendo seu time em dificuldades, Mourinho passou o seu time para o 4-3-3, e voltou para o segundo tempo com Rashford no lugar de Lingaard, no tentativa de conseguir ter a transição ofensiva e se colocar em campo rival. O Real, contudo seguiu melhor, e após uma tabelinha com Benzema, Isco, o dono do jogo, ampliou. O Real teve a bola do terceiro gol com Bale acertando o travessão, mas na sequência, quase viu uma reação.

Mourinho mostrou novamente, por conta de que é considerado um dos maiores treinadores da história do futebol mundial. Ele passou o United para o 4-4-2, e colocou Marouane Fellini em campo. O belga, com seus duelos físicos, passou a gerar vantagens no ataque, e colocar e manter o time no campo de ataque. Em um lance onde ele dividiu, Rashford tocou para Matic chutar de fora da área. No rebote de Navas, Lukaku descontou. O time espanhol até criou mais algumas oportunidades para marcar, mas De Gea impediu mais anotações merengues com grandes defesas. O United terminou o jogo mais inteiro fisicamente, e teve a chance do empate com Rashford, que acabou desperdiçando, deixando assim a chance para o Real, comemorar mais uma conquista. 

Mais uma vez, o Real Madrid provou que é a maior reunião de talentos do futebol mundial atualmente. O jogo de Zidane, armando a equipe para que as individualidades apareçam, tem dado muito resultado. Isco Alarcon é o jogador mais impactante do futebol mundial em 2017. Mourinho fez o que dele se esperava, ao propor um cenário de jogo dificultoso para os merengues. Mas Isco hoje, é especialista em arrumar soluções, e torna todo cenário desfavorável para o Real Madrid uma equação de fácil resolução, como foi em Cardiff contra a Juventus, e agora em Skopje, contra o United.



Imagem: UEFA
Tecnologia do Blogger.