Rijeka: o clube que interrompeu a hegemonia do Dínamo Zagreb na Croácia

Rijeka: o clube que interrompeu a hegemonia do Dínamo Zagreb na Croácia


Após vencer o Cibalia por 4 a 0 no final de maio, o  HNK Rijeka fez História. A agremiação quebrou uma impressionante série de 11 títulos seguidos do Dínamo Zagreb, maior campeão do país, e de quebra, se classificou para a fase preliminar da UEFA Champions League. Alguns dias após assegurar a conquista da liga nacional, o clube ainda faturou a Copa da Croácia, assegurando um doblete mais fantástico ainda.

A campanha na liga foi praticamente perfeita, com um aproveitamento beirando os 90% em 38 jogos. Bateu o Dínamo de Zagreb, que em 25 edições do Campeonato croata, havia sido campeão em 18. A base da equipe vencedora tinha o goleiro Andrej Prskalo, os zagueiros Dario Zuparic e Josip Elez, o volante Mate Males, que também era o capitão do time, os meias Franko Andrijasevic e Alexander Gorgon, e os atacantes Roman Bezjak e Mario Gavranovic. O técnico é o esloveno Matjaz Kek, que levou a seleção de seu país à Copa do Mundo de 2010. Kek já está no Rijeka desde fevereiro de 2013.

O HNK Rijeka tem sua sede localizada na cidade de Rijeka, que fica na região do Mar Adriático, na Croácia. Em fevereiro de 2012, o empresário italiano do petróleo, Gabriele Volpi, proprietário do Spezia Calcio 1906 e do Pro Recco, comprou 70% das ações do clube, deixando apenas os 30% restantes com a prefeitura da cidade. O presidente da instituição, no entanto, é Damir Miskovic. O croata é o responsável pelas decisões mais importantes do clube.

Apesar de o clube já ter sido fundado na antiga Iugoslávia, a cidade de Rijeka já pertenceu ao Império Austro-Húngaro e à Itália. O Rijeka já chegou inclusive a jogar o campeonato italiano, em suas divisões inferiores. Posteriormente, jogou o Campeonato iugoslavo, onde nunca foi de fato uma força. Durante a era Iugoslávia, a agremiação viveu de apenas algumas taças de Copas, só vindo a virar um grande clube de fato após o surgimento da Croácia, nos anos de 1990.

O clube adriático, mesmo sem um grande cartel de títulos nacionais, já é um frequentador assíduo das competições da UEFA, tendo inclusive jogado a fase de grupos da Europa League recentemente. Agora, o objetivo é jogar a fase de grupos da Champions. Algo difícil, mas se formos avaliar que o Dínamo Zagreb o fez várias vezes nos últimos anos, é sim possível. 
Tecnologia do Blogger.