Mohamed Salah é a nova esperança do Liverpool






O Liverpool anunciou recentemente a contratação do extremo egípcio Mohamed Salah. O jogador volta à Premier League após uma passagem sem muito sucesso pelo Chelsea, que o fez retornar ao Calcio para defender a Roma, onde teve um desempenho excelente, capaz de fazer os Reds abrirem a carteira e tornarem Salah o jogador africano mais caro da história.

O elenco do Liverpool na temporada passada não contava com muitos extremos de velocidade. O jogador que melhor se enquadrava neste perfil, fora alguns atletas jovens que ainda estão na fase de transição, como Ojo e Woodburn, era o senegalês Sadio Mané, contratado junto ao Southampton, em meados de 2016. De fato, Firmino e Coutinho atuaram pelas pontas diversas vezes, e até mesmo Origi foi testado, mas era necessário buscar um novo extremo.

A falta de wingers fez até mesmo Klopp utilizar o esquema 4-3-1-2, com Coutinho como interior esquerdo, posição na qual ele também atuou com Brendan Rodgers, mesmo no 4-3-3. É possível que Liverpool assim atue na temporada 2017/2018, com    Can à frente da área, Wijnaldum e Coutinho interiores, Salah e Mané extremos, e uma referência na frente. Salah tem a possibilidade de jogar pelos dois lados. Não é um extremo que vá atuar muito como armador, mas será útil na hora de gerar desequilíbrios.


Salah gosta de atuar utilizando a sua velocidade pelo lado, dependendo muito da capacidade de associação com os companheiros para explorar a sua velocidade e o bom arremate ao gol. No bem organizado time de Klopp, ele tem tudo para ter ativadas as suas melhores qualidades, mas precisará incorporar bem o estilo competitivo do alemão, onde todos os jogadores precisam participar das ações de ataque e defesa, e alternar entre elas a todo momento.

E parece realmente a capacidade de suportar o ritmo do Liverpool e da Premier League, a única dúvida para sabermos se Salah dará ou não certo nesta sua passagem pelo Anfield Road. Contudo, há de se ressaltar que o Liverpool tem também a disputa da Champions League, caso passe pelos playoffs, e ter um grupo forte, em uma temporada cheia, como não foi a passada, é fundamental.
Os Reds ainda devem buscar mais reforços, em especial um zagueiro e um lateral esquerdo. Mas, com Salah, Klopp já ganha bastante em qualidade de material para executar o seu trabalho.


Imagem: Liverpool FC
Tecnologia do Blogger.