Em 1998, Real Madrid e Juventus decidiram a Champions em Amsterdam

Real Madrid x Juventus

Há 19 anos, no dia 20 de maio de 1998, o Real Madrid derrotava a Juventus por 1 a 0 na então Amsterdam Arena, hoje rebatizada em homenagem ao lendário Johan Cruyff, e conquistava a sua sétima Champions League, 36 anos após o título de 1966.A final é uma das mais lembradas de sempre, e será reeditada neste dia 3 de Junho de 2017, em mais uma grande decisão a ser disputada em Cardiff, no País de Gales.

Juventus e Real Madrid eram os principais times da Europa em 1998. A final era considerada um jogo dos sonhos, sendo muito aguardada.  A Juventus era a favorita,  com Zidane, Del Piero, Davids e Inzaghi em suas fileiras. O time bianconero vinha de duas finais seguidas, tendo vencido o Ajax em 1996 e perdido para o Borussia em 1997. O padrão de jogo estabelecido por Marcelo Lippi transformava a Juventus no time a ser batido, e a mesma era temida em toda a Europa.

E este Real Madrid x Juventus entregou quase tudo que dele se esperava. Enquanto a Juventus atuou em um 3-4-2-1 e tomou a iniciativa do jogo, mantendo a posse de bola em seu princípio, o Real foi num 5-3-1-1. O grande duelo individual se deu entre o lateral-direito bianconero Di Livio, e o brasileiro do Real Roberto Carlos. A Juve era melhor, e sabedor disto, o Real procurou jogar na superação, com jogadores como Seedorf e Karembeu tomando características diferentes da habitual, para parar um meio-campo da Juve que tinha sua classe personificada em Zidane, que buscava trabalhar entre as linhas adversárias, com os complementos Deschamps e Davids, e o recúo de Del Piero. Assim, na base da superação, os merengues conseguiram igualar as ações no decorrer da primeira etapa, embora no final do tempo, o time turinês tenha retomado a superioridade.

Real Madrid vs Juventus - Football tactics and formations

Em suma, a Juventus foi melhor na partida, mas deperdiçou muitas chances com Inzaghi. Após a saída de Di Livio, os italianos perderam força pelo ladi direito, mas mesmo assim ainda encontraram caminhos para elaborar jogadas.

Quando esteve melhor em campo, o Real foi mais contundente. E veio dos Balcãs o autor do gol da final. Mijatovic marcou um golaço de fora da área para dar o título da Liga dos Campeões da Europa ao Real Madrid, 32 anos depois da última conquista. Era o fim de um jejum, e o recomeço de uma era vitoriosa e galáctica.




Tecnologia do Blogger.