Manchester City e Liverpool estão na Champions; Arsenal, pegou só Europa League





A última rodada da Premier League contou com muitos gols, favoritos vencendo, e a lógica acontecendo. O Manchester City goleou o Watford fora de casa por 5 a 0, com atuação de gala da dupla Sergio Agüero e Gabriel Jesus, confirmou o terceiro lugar, e está na fase grupos da Champions League 2017-2018. O Liverpool, jogando no Anfield, quase titubeou, mas derrotou o Middlesbrough por 3 a 0. O Arsenal até derrotou o Everton por 3 a 1, mas com os triunfos dos times de Guardiola e Klopp, Arsene Wenger e seus comandados não jogarão a Champions League na próxima temporada, tendo de se contentar com a Europa League. É a primeira vez, em toda a era Wenger, que o Arsenal termina fora do G-4 da EPL.

O Manchester City precisava de um empate para se assegurar no G-4, e de uma vitória simples para confirmar o terceiro lugar, mas mesmo assim goleou o Watford, fora de casa, por 0 a 5. Assim, os Sky Blues estão garantidos na fase de grupos da Champions League 2017-2018. O City aproveitou bem os espaços deixados por um despeçado Watford. O técnico Walter Mazzari teve de mandar ao campo um time sem zagueiros de origem. Jogadores que nem eram zagueiros de ofício, se virão obrigados a marcar um ataque rápido e movediço, e não conseguiram. Sergio Agüero marcou dois gols, mas acima de tudo abriu muitos espaços para os interiores Kevin De Bruyne e David Silva ativarem a velocidade dos jovens extremos Leroy Sané e Gabriel Jesus. Além dos tentos de Aguero, Kompany, Jesus, e Fernandinho também marcaram.

O Liverpool, em 4-2-3-1 com Coutinho como interior e Lallana enganche, dando a condição de Firmino e Sturridge atuarem no ataque, bateu o Middlesbrough por 3 a 0, e volta à UEFA Champions League, mesmo que tenha que disputar a fase de playoffs.

O Arsenal até venceu o Everton, mas não estará na Champions, e corre o risco de não conseguir as sonhadas renovações de Mesut Özil e Alexis Sánchez. Os dois têm contrato com os Gunners até junho de 2018, e se não renovarem, podem ser negociados para não saírem de graça. Além disto, sem o atrativo da Champions, o Arsenal não terá as mesmas condições para trazer reforços de qualidade, ao menos que esteja disposto a gastar mais.



Imagem: Manchester City


Tecnologia do Blogger.