Como um Gigante, Atlético de Madrid caiu de pé





No último jogo europeu da história do Vicente Calderón, o Atlético de Madrid acabou eliminado da UEFA Champions League pela quarta temporada consecutiva. Contudo, seu torcedor deu show nas arquibancadas, mostrando que está ao lado a equipe, venha o que vier, dando exemplo para todo o planeta.

O Atlético de Madrid fez uma campanha fantástica no decorrer desta Champions. Avançou em primeiro, em uma chave complicada, que ainda contava com Bayern de Munique, PSV e Rostov. Avançou em primeiro, com 15 pontos, só perdendo para o Bayern, na última rodada, dentro da Allianz Arena, e quando já estava classificado. Nas oitavas, derrotou o Bayer Leverkusen por 4 a 2 na Alemanha, e controlou bem os aspirinas em casa. Nas quartas, bateu o Leicester por 1 a 0 no Calderón, e segurou o empate em 1 a 1 no King Power Stadium. Nas semifinais, a derrota por 3 a 0 para o Real Madrid, no Bernabéu, foi decepcionante, mas o triunfo por 2 a 1, no último jogo europeu da história do Vicente Calderón, adoçou um pouco a situação.

Agora, o Atlético de Madri aguarda as movimentações para a próxima temporada. Peças que são chefe para o projeto, como o técnico Simeone e o craque Griezmann, não são certezas de permanência, podendo encerrar seu ciclo no clube, o que por si só poderia marcar o final de uma era de sucesso.



Foto: Atlético de Madri
Tecnologia do Blogger.