PSG e Lyon largam na frente nas semifinais da Womens Champions League 2016/17

PSG e Lyon largam na frente nas semifinais da Womens Champions League 2016/17



Tivemos neste Sábado, dia 22 de abril, os jogos de ida das semifinais da UEFA Womens Champions League, a Champions feminina. No jogo de abertura da rodada, o Lyon mostrou mais uma vez sua força, ficando perto da segunda final de Champions seguida. As atuais campeãs foram até a Inglaterra e derrotaram o Manchester City por 3 a 1, de virada, com muita autoridade.

O time do técnico Gerard Prêcheur já era forte, e foi ainda reforçado por Maroznan no meio-campo, e Alex Morgan no ataque. Só perdeu para PSG e Wolfsburg nesta temporada, e vem mais uma vez passando por cima dos adversários. Estreante em Champions, o Manchester City já chega nas semifinais, e na tentativa de conter a força do Lyon, entrou em campo com duas linhas de quatro jogadoras bem agrupadas, apostando no talento de Lloyd, atual melhor jogadora do planeta.

Em campo, as comandadas de Nick Cushing não chegaram a se intimidar com o gol de Kumagai, que abriu o placar para o Lyon logo no começo do jogo. As Citizens passaram a pressionar mais, especialmente com a canhota sueca Asllani pela direita. Foi ela quem fechou, aos 10 minutos de jogo, para empatar a partida, chutando na saída da goleira Bouhaddi.

O Lyon, consciente de sua força, não sentiu o gol, e seguiu dominando as ações. No 3-5-2, o miolo do meio-campo, com Kumagai, Maroszan e Abily foi a chave para um controle ordenado. Logo, não demorou para a alemã, aos 16 minutos de jogo, voltar a colocar as francesas na frente, aproveitando um bom chute, indefensável para a goleira Bardsley, que na sequência, fez várias intervenções importantes. Atrás, o trio de zaga do Lyon tirava a profundidade do ataque do City, que não conseguia atacar em velocidade.

Já aos 68 minutos de partida, Le Sommer, que entrou no decorrer do jogo, fez outro disparo muito potente, para decretar o 3 a 1 final, e impor a primeira derrota do Manchester City desde abril de 2016, quando a equipe mancuniana acabou derrotada pelo Chelsea na  FA Cup feminina.


PSG castiga o Barcelona


O Paris Saint-Germain foi um visitante indigesto para o Barcelona no Mini-Estadi. Com as brasileiras Formiga e Cristiane no XI inicial, as parisienses derrotaram o time blaugrana por 3 a 1, e estão muito perto de voltar a disputar uma final de Champions, depois da derrota para o FFC Frankfurt na decisão de 2015, e a eliminação nas semifinais da edição passada.

Seguindo a tendência de formações com três defensores, o Barcelona saiu ao campo no 3-4-3, sem a lesionada Andressa Alves, que fez uma tremenda falta. Já o PSG optou pelo 3-5-2, com Formiga na frente da zaga, um pouco atrás de Cruz, e Cristiane partindo do meio-campo, pela direita, para se juntar às duas atacantes, Delie e Diallo.

Claramente, a tática do Barcelona era se fechar atrás e escapar no contragolpe. Assim, Formiga usou os seus 39 anos de idade, e toda a experiência que possui, para comandar o toque de bola das visitantes. Cristiane caía pela direita, em combinações fatais com a canadense Lawrence, que atuou pela ala. Assim, nasceu a jogada do primeiro gol, onde Delie finalizou sem chances de defesa para a goleira Paños.

Com o gol sofrido, o Barcelona teve de sair para o jogo e dar ainda mais espaços para Cristiane atuar na sua nediapunta. Assim, ela apareceu na área para arrematar de cabeça um cruzamento de Delie pela ponta direita, dobrando a vantagem parisiense. Já na segunda etapa, a costa-riquenha Shirley Cruz fez o terceiro, encaminhando muito bem a eliminatória. Com o Mini-estadi lotado, tendo mais de 10 mil pessoas, o Barcelona foi para cima na tentativa de diminuir o prejuízo. No penúltimo minuto do tempo regulamentar Bárbara Latorre descontou deixando uma pequena esperança para o fanático torcedor Culé. Contudo, o cenário atual indica uma final de Champions totalmente francesa, no dia 1º de Junho, em Cardiff.

Os jogos da volta das semifinais acontecem no próximo Sábado, dia 29 de abril.


Tecnologia do Blogger.