Chelsea mostrou sua força contra o City



Se a derrota contra o Crystal Palace deixava alguma dúvida quanto ao desepenho do Chelsea, elas foram tiradas com a vitória dos Blues por 2 a 1, sobre o Manchester City, nesta quarta-feira. Liderado por Hazard, o time londrino fez uma exibição consistente, e encaminhou muito bem a taça. Faltando sete rodadas para o fimdo Campeonato, o Chelsea abriu sete pontos de diferença para o Tottenham, vice-líder, e12 para o terceiro colocado, Liverpool, que tem um jogo a mais. Quanto ao City, quarto colocado, a diferenção já é de 14 pontos.

Como já é costume, este Chelsea x Manchester City contou com ima série de transições, e as duas equipes iniciaram o jogo marcando pressão, com suas linhas altas. A aposta, era nas individualidades. Enquanto toda jogada do City passava por David Silva, os principais momentos do Chelsea passavam por Hazard, que foi o dono do jogo. Especialmente, por conta de o City ter esboçado um começo melhor, encontrando espaços entre linhas. No 4-2-3-1, Silva era o armador central, e Aguero baixava bastante para ajudar na circulação da bola, abrindo espaços para De Bruyne e Sané atacarem pelos lados.


David Luiz, zagueiro da sobra do 3-4-3 do Chelsea, passou a subir mais, para ajudar o meio-campo. E foi ele quem começou a jogada do primeiro gol da partida. Com dez minutos de jogo, o Chelsea já abria o placar. Hazard foi bem assistido por Azpilicueta, e finalizou sem chances de defesa para Caballero. O City respondeu, adiantou duas linhas, e 16 minutos depois empatou com Aguero. O argentino aproveitou um rebote de Cortouis, que cometeu erro em uma saída de bola. Mas a igualdade durou apenas 9 minutos, quando Hazard, cobrando pênalti, voltou a colocar os Blues na frente do marcador.


No segundo tempo, a inciativa de jogo foi a todo momento do Manchester City, enquanto o Chelsea diminuiu o seu ritmo, baixou suas linhas, e até concedeu duas chances ao adversário, que não foram bem aproveitadas por Aguero e Stones. Com isto, os três pontos ficaram mesmo em Londres. Pela primeira vez, um time treinado por Pep Guardiola perde seis jogos em uma mesma competição, em uma mesma temporada, e pela primeira vez, o espanhol perde dois jogos, para um mesmo clube, em uma mesma edição de Liga. Neste sentido, Conte pode se gabar de ter levado uma enorme vantagem.

Imagem: Chelsea FC
Tecnologia do Blogger.