Pastore foi a chave para a virada do PSG contra o Lyon

Pastore foi a chave para a virada do PSG contra o Lyon


O Paris Saint Germain virou para cima do Lyon no Parque dos Príncipes, venceu por 2 a 1, e segue caçando o líder Monaco na Ligue 1. Também neste Domingo, os monegascos bateram fora de casa o Caen por 3 a 0, com um doblete da coqueluche Mbappé, e um gol do brasileiro Fabinho.


O Lyon, em franco crescimento nesta segunda metade de temporada, e classificado para as quartas de final da Liga Europa, abriu o placar logo aos sete minutos de jogo, com um gol de Alexandre Lacazette que, que no segundo pau, escorou uma bola desviada pelo brasileiro Rafael, após escanteio cobrado por Mathieu Valbuena.

Foi aí, que apareceu Javier Pastore. No momento mais importante do jogo, ele assumiu a responsabilidade, e com duas assistências, virou o jogo para a sua equipe. O argentino atuou à frente do Verratti e Rabiot, e foi combinando jogadas que abriu espaços importantes. Uma trama entre ele e Di Maria terminou com um gol de Rabiot, que igualou as coisas. Depois, o ex-jogador do Palermo apareceu pelo flanco esquerdo, para servir Julian Draxler. O alemão não perdoou, e decretou a virada.

Com o placar ao seu favor, o PSG não deixou escapar a vantagem. Pastore foi ditando o ritmo, e vendo um cenário favorável, Emery reforçou o meio-campo, com Matuidi. A lesão de Lacazette prejudicou muito o poder de fogo de um desgastado Lyon, que só não sofreu mais gols devido à falta de contundência do PSG no ataque. Mas em nenhum momento, Trapp foi ameaçado.

Faltando oito rodadas para acabar a Ligue 1, a temporada na França promete um pega sensacional entre PSG e Monaco. As duas equipes devem lutar pela taça da Liga nacional, e tentarão ficar com os troféus da Copa da Liga e da Copa da França. Vale lembrar, que os menegascos, ainda seguem vivos na Champions.
Tecnologia do Blogger.