Monaco castigou o City no Louis II

Monaco castigou o City no Louis II


Feroz e sufocante, o Monaco derrotou o Manchester City por 3 a 1 nesta quarta-feira no Louis II, e está nas quartas de final da UEFA Champions League mais uma vez, já que havia perdido na ida, fora de casa, por 5 a 3. Os meio-campistas Fabinho e Tiemoué Bakayoko foram os grandes destaques da partida. Jogando na faixa central do 4-4-2 do time treinado pelo português Leonardo Jardim, eles deram show de intensidade, e massacraram o meio-campo citizen.

Precisando de uma vitória por dois gols de diferença, o Monaco adiantou a s suas linhas e pressionou o Manchester City em seu campo, os Citizens não chutaram nenhuma bola ao gol na primeira etapa, e mal conseguiam passar da metade do campo com posse. Fabinho e Bakayoko pressionavam os armadores de jogo do City, que não tiveram a liberdade para jogar que tiveram em alguns dos últimos jogos. Bernardo Silva era o responsável por armar o time, enquanto Thomas Lemar tinha a missão de acionar o lateral-esquerdo Benjamin Mendy, um verdadeiro animal em cada descida pelo flanco esquerdo. Foi ele o responsável pelo começo da jogada do primeiro gol, marcado pelo garoto  Kylian Mbappé, e pela assistência do segundo tento, anotado pelo brasileiro Fabinho.

Precisando de gols, o time de Pep Guardiola passou a agredir mais na segunda etapa. O espanhol recuou De Bruyne para a posição de volante, ao lado de Fernandinho, e adiantou David Silva, passando a jogar em uma espécie de 4-3-2-1. Assim, o City fez o Monaco recuar suas linhas, e viver sua pior fase no jogo. Quando tem de defender em seu campo, o time monegasco sofre, e contra o City, não foi diferente.

Mais perto do gol, David Silva gerava perigo, e dava condições para Sané atacar forte pelo flanco esquerdo. Aguero deixou de ficar isolado, e na base da insistência, foi criando oportunidades para arrematar. Em uma delas, ele não chutou, mas abriu espaço para Sterling bater. Subasic deu rebote, e Sané descontou.

A esta altura, faltavam 20 minutos para o final do jogo, e o placar eliminava o Monaco. Mesmo assim, os Rouges et Blancs conseguiram marcar o seu terceiro gol, e aguentaram a pressão citizen até o final, assegurando a sua classificação.



Foto: AS Monaco
Tecnologia do Blogger.