Manchester City deixou dois pontos pelo caminho contra o Liverpool

Manchester City deixou dois pontos pelo caminho contra o Liverpool


O Manchester City de Pep Guardiola, em determinado momento da temporada deixou para trás alguns conceitos do espanhol, pensando em melhores resultados. As atuações ruins de Bravo, a inconstância de Stones, e outros fatores, levaram Pep a adotar outro estilo de jogo no clube. Hoje, o City tem um time que geralmente não domina os adversários com posse, mas em quase todas as ocasiões é superior à eles, mesmo trocando golpes. Neste Domingo, contra o Liverpool, foi assim. Contudo, a ineficiência na hora de finalizar foi fatal, e custou dois pontos que podem fazer diferença na reta final da Premier League.

O Liverpool de Jurgen Klopp é um time marcado pela intensidade, algo que tem lhe custado um enorme desgaste recentemente. Contra o City, mais uma vez os Reds iniciaram a partida marcando pressão na saída de bola. Contudo, o City saía bem desta pressão inicial, e acionava sua dupla de interiores, formada por David Silva e De Bruyne, e o centroavante Sergio Aguero, com enorme facilidade. Aos poucos, o Liverpool passou a marcar meia pressão, e fechar mais suas linhas no miolo. Mesmo o assim, o City trabalhava bem pelas laterais, mas apesar do domínio, e da boa atuação, não conseguia abrir o marcador.

A partir da reta final do primeiro tempo, o Liverpool passou a equilibrar a posse, e trocar golpes. Quando esteve melhor, no começo do segundo tempo, apostou bastante nas transições rápidas, e conseguiu sair na frente, abrindo o placar com um gol de pênalti convertido por Milner. Apesar do bom momento do Liverpool, a derrota do Manchester City parecia injusta, até por conta de em sua reta final, a partida ver mais uma parte de domínio citizen. Contudo, o empate chegou, na metade desta segunda etapa. Aguero usou o seu faro de gol com perfeição e deixou tudo igual, dando números finais ao jogo realizado no Etihad Stadium.

O empate deixou Manchester City e Liverpool atrás do Tottenham, e muito atrás do Chelsea, que faz uma temporada perfeita. Se os Reds, de maneira quase que definitiva, já não tem mais chance de levantar uma taça nesta temporada, ao City de Guardiola resta lutar pela vaga direta na próxima Champions, assegurando um lugar no pódio da Premier League, e brigar pela taça da FA Cup, onde o time é semifinalista, e encara o Arsenal em abril.


Imagem: Manchester City
Tecnologia do Blogger.