Grandes Times: o CSKA Moscou de 2004-2005




A equipe que foi o divisor de águas do futebol russo no cenário europeu.  Dá para dizer que o CSKA Moscou fez história, ao se tornar o primeiro time russo a conquistar uma competição internacional, vencendo a Copa da UEFA 2004/05. Os guerreiros do gelo saíram da capital moscovita, saíram da capital russa para escrever uma linda história, e colocar o país no mapa dos Campeões do Futebol Europeu.

O time do técnico Valeriy Gazzaev contava com um elenco jovem, mas de bons valores. Akinfeev já era o goleiro da equipe, e os irmãos Berezutskiy e Ignasgevich também já faziam parte do sistema defensivo titular. Yuri Zhirkov, que brilharia com a seleção russa na Euro-2008, e futuramente jogaria no Chelsea, fechava a defesa, sendo o lateral-esquerdo.

No meio-campo, Aldonin e Rahimic eram os responsáveis por proteger a defesa e começar as jogadas de ataque. Eles tinham no brasileiro Dudu Cearense um reserva à altura com capacidade para ser titular. Mais à frente, o argentino Osmar Ferreyra e o brasileiro Daniel Carvalho eram a garantia de talento. O argentino tinha um excelente passe e visão de jogo apurada, além de ótima capacidade de drible. Era um típico enganche. Já Daniel Carvalho era o o meia-atacante de muita habilidade, talento e boa capacidade na bola parada.

No ataque, Vágner Love e Ivica Olic formavam uma dupla de ataque veloz. Sem nenhum dos dois tinha uma estatura muito alta, eles conseguiam se revezar bem entre as funções no ataque, tornando um inferno a vida dos defensores adversários. Armas que casavam perfeitamente, e foram capazes de fazer história juntas.

Para alcançar a final da Copa da UEFA, o CSKA deixou para trás o Benfica, o Partizan, o Auxerre e o Parma. Seu adversário na decisão seria o Sporting, que havia eliminado equipes como Feyenoord, Middlesbrough, Newcastle e AZ Alkmaar em sua campanha. Os leões contavam com o faro de gol do brasileiro Liedson e decidiriam a competição no seu Estádio, o José Alvalade, que havia sido palco de importantes partidas da Euro 2004, disputada em território lusitano.

Mas, de nada adiantou o Sporting atuar em seu estádio e contar com o apoio da sua torcida. O time português pressionou durante todo o primeiro tempo e até conseguiu abrir o placar aos 28 minutos de jogo, após boa troca de passes na entrada da grande área, onde o brasileiro Rogério dominou, virou rápido e bateu forte, no ângulo do goleiro Akinfeev.

Na segunda etapa, o time português caiu diante da boa atuação do CSKA, que cresceu no jogo. Aos 12min, Daniel Carvalho cruzou na grande área e viu a defesa do Sporting espantar mal, dando a chance ao zagueiro A. Berezoutski de empatar a partida de cabeça.

Alguns minutos depois, Zhirkov tabelou com Daniel Carvalho e tocou na saída do goleiro Ricardo do Sporting, para virar a partida.

CSKA faz história em Lisboa

Aos 75 minutos, em um bom contra-ataque, o CSKA matou o jogo. Daniel Carvalho, arrancou bem pela esquerda e cruzou na área para Vágner Love, que não teve problemas para vencer Ricardo, e decretar o 3x1 final.

A festa dos russos foi grande. Pela primeira vez, um time do país conquistava um torneio da UEFA, e as façanhas seriam ampliadas.O time até acabaria perdendo por 3x1 para o Liverpool na Supercopa da UEFA, mas em 2006 fecharia uma incrível série de três títulos russos em quatro temporadas (faturou o troféu em 2003, 2005 e 2006, só o perdendo em 2004).

Aos poucos, parte de time foi se desfazendo, e em especial os brasileiros, deixaram Moscou. Contudo, outros nomes, como os irmãos Berezutskiy e Ignashevich, permaneceriam até a década seguinte, quando o clube retomou a hegemonia local, após a perder por alguns anos para o Rubin Kazan e o Zenit St. Petesburgo.


Compartilhe no Whatsapp
Tecnologia do Blogger.