Dybala e Donnarumma foram figuras na vitória da Juventus sobre o Milan

Dybala e Donnarumma foram figuras na vitória da Juventus sobre o Milan


A Juventus, soberana na Itália, vinha sofrendo com o Milan, especialmente nesta temporada. Neste sentido, a vitória de 2 a 1 conquistada nesta Sexta-feira foi muito preciosa, até pela maneira como aconteceu. O triunfo veio com um gol de Dybala cobrando pênalti nos, acréscimos, dando ares de drama ao confronto, que guarda muita história por si só.

A Juventus novamente atuou em seu 4-2-3-1 meio torto, com Barzagli na lateral. Na frente, mais uma vez Dybala jogou por trás de Higuaín. O Milan atuou no tradicional 4-3-3, com Sosa como volante, Deloufeu e Ocampos abertos, e Bacca como centroavante. Atuando em casa, a Juventus adiantou mais as suas linhas e pressionou mais o rossonero, que oferecia pouca resistência em seu meio-campo. O primeiro gol bianconero, marcado por Benatia, saiu assim. Em uma pressão pós perda, o defensor marroquino apareceu em condições de mandar a bola para o fundo das redes.

O Milan chegou ao seu gol da igualdade em uma jogada em velocidade de Deloufeu que serviu o artilheiro Bacca com perfeição, e ía segurando bem a vantagem, muito graças a Donnarumma. O jovem goleiro foi compensando as deficiências milanistas com seu ótimo tempo de reação, fazendo mais de 10 defesas durante o jogo, três delas com grande grau de dificuldade. Donnarumma defendeu tudo o que pode, e só não pode defender o pênalti cobrado por Dybala no finalzinho do jogo, pelo fato de a cobrança do argentino ter sido perfeita.


Imagem: Juventus
Tecnologia do Blogger.