OFICIAL: Dahoud é o novo reforço do Borussia Dortmund

Dahoud Borussia Dortmund


O Borussia Dortmund anunciou nesta quinta-feira a contratação do jovem meia sírio-germânico Mahmoud Dahoud, de 21 anos. O jogador permanece no Borussia Monchengladbach, seu atual clube, até o final da temporada, e no meio do ano se apresenta e passará a integrar o elenco comandado pelo técnico Thomas Tuchel.

A contratação que faltava


Dahoud parece ser o jogador certo para o que Tuchel quer no Borussia Dortmund. Sua capacidade de controlar o meio-campo lembra jogadores da elite mundial. Ele fez uma ótima dupla com Xhaka na temporada 2015-2016, mas após a saída do suíço para o Arsenal, acabou perdendo parceria, e viu a sua equipe cair de rendimento de uma maneira abismal na atual temporada.

No Borussia Dortmund, Dahoud deverá formar uma nova grande parceria, agora com Weigl. Os dois tem grande capacidade de controle, resistência à pressão e leitura de jogo, e aliados à outros nomes com características similares, como Raphael Guerreiro, facilitarão à boa execução da idéia de jogo de Thomas Tuchel: controlar o adversário, com posse e transições rápidas. Como a equipe geralmente atua com um pivot, Weigl deverá ser esta peça na frente da zaga, com Dahoud sendo um dos interiores, possivelmente ao lado do próprio Guerreiro.

Após perder Gundogan em 2016, o Borussia Dortmund acreditou que Gonzalo Castro e Sebastian Rode seriam substitutos à altura. Castro é outro tipo de jogador, e Rode, de um calibre mais baixo. Sabedor disto, Tuchel alterou o seu sistema tático, e passou a deixar Weigl como único meia na frente da zaga, passando a ter quatro jogadores atrás de Aubameyang, variando entre o 3-1-4-2 e o 4-1-4-1/4-3-3.

Mais recuado, Weigl passou a receber sempre a bola livre, com quatro jogadores à sua frente, sendo dois extremos abertos e dois interiores por dentro, como ótimas opções de passe. Pela esquerda, Raphaël Guerreiro atuou diversas vezes como um interior de grande nível, e sua adaptação se fez necessária, já que Götze ou Kagawa não executam imediatamente a pressão após a perda, e sua leitura de jogo, não se mostrou tão abaixo da dos concorrentes. Contudo, pela direita, faltava um jogador de melhor capacidade. E Dahoud, tem tudo para ser este cara.

Além de todas as características já citadas, Dahoud ainda carrega consigo duas características que o tornam um interior diferenciado: a capacidade do drible em espaço curto, e o lançamento preciso em profundidade, além de ser um bom arrematador. Poucos jogadores desta posição no futebol mundial reunem estas características, sendo Modric a principal referência neste sentido.

Dahoud também é mais um dos ótimos jovens reforços aurinegros contratados recentemente, se juntando a nomes como Alexander Isak, Ousmane Dembélé, Emre Mor e Mikel Merino.



A Estatística: Dahoud foi revelado no Gladbach, clube que defendeu nas últimas três temporadas, marcando 7 gols em 76 jogos até o momento.


Tecnologia do Blogger.