Barcelona venceu o time de Marta na Champions feminina

Barcelona venceu o time de Marta na Champions feminina



No duelo de brasileiras, Andressa Alves levou a melhor sobre Marta, na partida de ida das quartas de final da Champions League feminina. O Barcelona venceu o Rosengard por 1 a 0 na Suécia, e se aproximou da sonhada classificação para as semifinais. Ainda tivemos mais três partidas nesta semana, por esta mesma etapa da competição.


Vitória histórica do Barcelona


O Rosengard, jogando em casa, começou a partida tentando pressionar a equipe espanhola de Xavi Llorens, que no entanto, venceu o duelo tático. O Barcelona surpreendeu o time sueco. Mesmo fora de casa, o time blaugrana iniciou o jogo com suas linhas adiantadas, marcando sob pressão a saída de bola do adversário, com três jogadoras no meio, duas abertas (Leila Ouhabi e Marta Torrejón), mas Andressa Alves na frente.

Assim, o Barça obteve o controle do jogo desde o começo, e no ataque posicionado, foi apostando em jogadas de velocidade pelos lados e cruzamentos para a área, levando vantagem com a brasileira Andressa Alves em várias ocasiões. No final da primeira etapa, o clube blaugrana chegou ao seu gol, com Leila Ouhabi aproveitando uma falha de marcação da defesa do Rosengard

Na segunda etapa, jogando em casa e precisando do resultado, o Rosengaard voltou a adiantar suas linhas. O Barcelona passou a optar por resguardar mais suas linhas de marcação, e buscar a transição rápida, especialmente após a lesão de Andressa Alves, que teve de ser substituída. O time sueco tentava, principalmente com as individualidades de Marta e Mertens, mas quando conseguia criar alguma situação de gol, parava na goleira Sandra Paños, que assegurou o importante triunfo para a sua equipe.


Mais três jogos agitaram a semana


Outro time que foi à Escandinávia e venceu foi o Manchester City. O clube inglês foi até a Dinamarca encarar o Fortuna, da brasileira Tamires, e venceu por 1 a 0. Desde o início do jogo, o City foi superior, adiantou suas linhas, e marcou pressão a saída de bola das dinamarquesas, em um 4-1-4-1/4-3-3 que auxiliava o toque de bola.

Aos poucos, o City abria muito o jogo, tentando abrir as linhas do Fortuna, que não conseguiu jogar. Com suas linhas de marcação muito recuadas, o time dinamarquês não conseguia superar a pressão pós perda do City, e abusava da ligação direta, sem conseguir reter bola na frente. E foi justamente na pressão na saída, que o City chegou ao gol. Em uma bola roubada no campo de ataque, o City chegou bem com Lawley pelo flanco esquerdo. Ela cruzou na área, e na segunda trave, a norte-americana Carli Llloyd apareceu, para de cabeça abrir o placar, começando com o pé direito a sua trajetória na Champions.

Na segunda etapa, precisando do resultado, o Fortuna avançou mais em campo, e o City recuou um pouco mais suas linhas, buscando também o jogo de transição rápida, e conseguiu controlar bem as coisas..

No primeiro dos duelos entre francesas e alemãs, o PSG, de Cristiane e Formiga (que começou no banco), foi até a Alemanha encarar o Bayern de Munique, e acabou sendo derrotado por 1 a 0. O time parisiense apostou muito em jogadas com as pontas, no seu 4-1-4-1, que variava para o 4-3-3 em fase ofensiva. Enquanto Boquete atuava como centroavante, Cruz jogava pela direita, mas foi com a brasileira Cristiane, na esquerda, que surgiam as melhores oportunidades.

Sabendo da qualidade do adversário, o Bayern se fechou bem em seu 3-5-2, que variava para o 5-3-2 em fase defensiva. Na segunda etapa, o gigante da Baviera alcançou o seu gol, com Miedema, decretando o placar final.

Encerrando a rodada, o atual campeão Lyon também foi até a Alemanha, e derrotou o Wolfsburg por 2 a 0, com gols de Abily e Marozsán. Todos os jogos da volta ocorrem na próxima semana, onde conheceremos os semifinalistas.



Imagem: FC Barcelona Femení
Tecnologia do Blogger.