Mundial de Clubes 2016 - Real mais uma vez campeão



Foi disputado entre os dias 9 e 18 deste mês de dezembro, o Mundial de Clubes da FIFA 2016. A competição aconteceu mais uma vez no Japão, e teve pela primeira vez uma equipe nipônica na decisão.


A campanha histórica dos donos da casa


O Kashima começou a disputa ainda na etapa preliminar. O campeão da J-League 1 2016 bateu o Auckland City,  da Nova Zelândia, antes de passar pelo Sul-africano Mamelodi Sundows nas quartas. Na semifinal, os japoneses derrotaram o representante Sul-Americano,  o Atlético Nacional, em um jogo que entrou para a história do futebol.

A vitória do Kashima por 3 a 0 não só colocou pela primeira vez um asiático na decisão do Mundial de Clubes da FIFA, como também entrou para a história por ser o primeiro jogo de um torneio da FIFA a utilizar a tecnologia do árbitro de vídeo. A idéia desta grande novidade, é auxiliar os árbitros de campo em jogos, com marcações nos lances de linha de gol, pênaltis e cartões.

Nesta semifinal entre Atlético Nacional e Kashima Antlers, um lance ocorrido aos 29 minutos do primeiro tempo deu o que falar. Em uma jogada, o árbitro Viktor Kassai marcou pênalti para a equipe japonesa após rever um lance de área no vídeo, em um monitor que ficava na beira do gramado.

Ao converter a penalidade, o Kashima saiu na frente do Atlético, e com dois gols após contra-ataques na segunda etapa, matou o confronto, vencendo por 3 a 0. Assim, o time japonês é o primeiro asiático a chegar em uma final de Mundial de Clubes, e o terceiro fora do eixo Europa-América do Sul.


Real em mais uma final


Com gols de Benzema e Cristiano Ronaldo, cada um nos acréscimos de cada tempo, o Real Madrid derrotou o América-MEX por 2 a 0, na outra partida das semifinais do torneio. Os merengues assim, se asseguraram em sua sétima final de Mundial, a segunda no atual formato.


A grande decisão




A decisão do Mundial de Clubes 2016, foi mais apertada do que o esperado. O Real Madrid era o favorito, e abriu o placar logo no começo do jogo com Benzema, mas viu o Kashima Antlers crescer em campo, e com dois gols de Shibasaki entre o final do primeiro tempo e o começo do segundo, virar a partida. Os merengues só empataram a partida mais para o final, com Cristiano Ronaldo cobrando penalidade. Mesmo assim, os japoneses foram para cima buscando retomar a dianteira do marcador, mas pararam em Keylor Navas, que mais uma vez salvou o Real em um jogo importante.

Na prorrogação, o Real Madrid balançou as redes duas vezes com Cristiano Ronaldo, consolidando a sua vitória por 4 a 2, e ficando com a taça. É a quinta vez que o Real se sagra campeão Mundial de Clubes, a segunda após a FIFA ter passado a administrar a competição.

Cristiano Ronaldo recebeu a Bola de Ouro, como o melhor jogador da competição, enquanto Luka Modric ficou com a Bola de prata.
Tecnologia do Blogger.