Últimas notícias

Últimas notícias

Grandes Times

Rivalidades

História

Grandes Times: A Internazionale de 1989 -1991


Entre o fim dos anos 80, e o meado da primeira década dos anos 2000, o torcedor da Internazionale se viu carente de conquistas de Scudetto. O time responsável por deixar os apoiadores neruazzurris acostumados com triunfos foi a equipe formada no final dos anos 80. Um time extremamente forte, característico das grandes equipes daquela época: formado por grandes jogadores locais e mais uma pequena quantidade de estrangeiros de ponta. Mesmo sofrendo a concorrência do Napoli de Maradona e do Milan dos holandeses, este time entrou para a História. E isto fala muito sobre ele.

Treinada por Giovanni Trapattoni, a Internazionale fez História entre 1988 e 1991. Com o seu trio de alemães, formado por Brehne, Lothar Matthäus e Jurgen Klinsmann e mais um punhado de jogadores de alto nível, como Ramón Diaz e o goleirão Zenga, o time conquistou a Campeã da Copa da UEFA (1990-1991), o Campeonato Italiano (1988-1989) e a Supercopa da Itália (1989).

Na conquista do Campeonato Italiano da temporada 1988-1989, o clube travou um duelo espetacular com Napoli e Milan, e não deixou dúvidas sobre a sua superioridade. Se valessem os três pontos de hoje pela vitória (na época, o triunfo dava apenas dois), os Interistas teriam tirado 19 pontos de diferença do vice-líder Napoli. No grande confronto direto contra a equipe Partenopei, a vitória por 2 x 1 em Milão, foi praticamente uma consumação do título e uma atuação para simbolizar aquela grande equipe.

Não bastasse isto, aquela Internazionale de Trapattoni ainda foi a responsável por quebrar um jejum interista de de 26 anos sem conquistas Europeias, com a conquista da Copa da UEFA 1990-1991. E aquela Copa da UEFA, foi especial. Foi decidida em dois jogos, entre dois esquadrões Italianos: a Internazionale de Zenga, Bergomi, Battistini, Ferri, Brehme, Paganin, Bianchi, Berti, Matthäus, Serena e Klinsmann e a Roma de Berthold, Aldair, Giannini e Rudi Völler.

Na ida em Milão, a Internazionale abriu o placar aos 10 minutos, com Matthäus, de pênalti. Aos 22 minutos, ainda da primeira etapa, Berti marcou o segundo tento da vitória interista por 2 x 0. A derrota no Olímpico por 1 x 0 não foi capaz de tirar a primeira taça da Copa da UEFA, das mãos da Intenazionale.




Na temporada 1991-1992, Giovanni Trapattoni deixou o comando da Internazionale, rumando para a Juventus. Com ele, foram na sequência diversos jogadores. Os neruazzurris ainda faturariam mais dois canecos da Copa da UEFA, um em 1994 e outro em 1998. Título Italiano, dentro de campo, só viria em 2007, já com Roberto Mancini no comando técnico e Ibrahimovic no time. A sonhada Champions League só chegaria em 2010, já na chamada era Mourinho, que já foi abordada em outra matéria aqui.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top