Últimas notícias

Últimas notícias

Grandes Times

Rivalidades

História

Análise das Oitavas da Champions League 2016-2017



Análise das Oitavas da Champions League 2016-2017



Passada a euforia do sorteio, é hora de colocar a cabeça no lugar e analisar os confrontos das Oitavas de Final da Champions League 2016-2017, com calma. A maioria das equipes espanholas deu sorte no sorteio, realizado no mês de Dezembro, em Nyon (Suíça), ao evitar os rivais mais complicados. Somente o Barcelona, que irá encarar o PSG, pode reclamar, embora deva agradecer por não pegar o Bayern. Juventus e Borussia Dortmund irão encarar, respectivamente, Porto e Benfica, e também podem ficar felizes, assim como o Sevilla, que enfrentará o Leiceter.

Quem não pode sorrir é o Arsenal, que irá pegar o Bayern de Munique, mais uma vez. Os jogos de ida das oitavas-de-final da UEFA Champions League 2016/17 serão disputados nos dias 14, 15, 21 e 22 de fevereiro, enquanto a volta será jogada em 7, 8, 14 e 15 de março. Confira abaixo, a análise, confronto por confronto.


Manchester City x Monaco

O time de Pep Guardiola, que terminou como vice-líder do grupo C, liderado pelo Barcelona, enfrentará um Monaco que está fazendo uma grande temporada na Ligue 1, onde luta pelo título com Nice e PSG. O centroavante colombiano Radamel Falcao voltou ao seu melhor momento, tornando o Monaco um time altamente letal, e que pode sim dificultar a vida de um Manchester City, que ainda é o favorito nos enfrentamentos. Como curiosidade, os dois times jogaram a etapa de playoffs da competição.


Benfica x Borussia Dortmund


Melhor ataque da fase de grupos da Champions, o Borussia Dortmund de Thomas Tuchel enfrentará o líder da Primeira Liga de Portugal, que chegou nas quartas de final da temporada passada. Os alemães, são claramente os favoritos, mas não dá para desprezar o peso da camisa encarnada, em um duelo de ex-campeões europeus.



Porto x Juventus

A Juventus aparece como favorita contra o Porto, que vive um dos piores momentos dos últimos anos. Iker Casillas voltará a encontrar a Juve, que com ele na meta, eliminou o Real Madrid em 2003, 2005 e 2015, seu último ano no Bernabéu. Este, é outro duelo de ex-campeões.



Real Madrid x Napoli


Possivelmente, este é o duelo com um favorito mais claro, já que o Real Madrid é o atual campeão da competição, tem um dos times mais temidos da Europa, e vive um bom momento, enquanto os italianos ainda não chegaram ao seu melhor futebol, vivendo uma certa instabilidade entre jogos. A saída de Higuaín ainda é sentida, mas é bem provável que o Napoli possa sim encarar os merengues, como a Roma fez na temporada passada, ou até mesmo o Schalke fez há dois anos. Mas se o Real for eliminado, será uma grande surpresa.


Bayern Munique x Arsenal

Um clássico desta fase da Champions. Após fazer uma boa fase de grupos e terminar à frente do PSG no grupo A, os gunners encaram uma pedreira como o Bayern. Por mais que Ancelotti ainda não faça os bávaros jogarem como nos tempos de Jupp Heynckes e Pep Guardiola, o time ainda tem um grande elenco, com alguns dos melhores jogadores do mundo, o que lhe dá um ligeiro favoritismo contra um Arsenal, que parecia pronto para fazer a sua melhor temporada em anos, mas vem oscilando desde Dezembro.


Bayer Leverkusen x Atlético Madrid

Esta é a reedição das oitavas da temporada 2014-2015, quando os colchoneros só eliminaram os aspirinas nas disputas por pênaltis. O time de Simeone tem o favoritismo, mas também deverá ter dificuldades contra este competente time alemão.

Paris Saint-Germain x Barcelona 

Outro clássico da década na UEFA Champions League. Desta vez, no entanto, o PSG não tem Ibrahimovic, e nem um domínio absurdo na Ligue 1, na primeira temporada de Unai Emery no comando do clube parisiense. Se o PSG vive uma certa instabilidade, o Barcelona, apesar de não ter alcançado o seu auge na temporada ainda, também não chega a viver um momento ruim, joga um futebol estável, e conta com grandes individualidades, sendo o favorito nos enfrentamentos.


Sevilla x Leicester

Confronto bastante interessante e aberto. Os espanhóis têm brilhado na Liga Europa e este ano pretendem fazer uma boa Champions, enquanto os ingleses estão em uma má Premier League, mas apostam forte em continuar o sonho na Champions, e se tiverem espaços (como se viu em outros momentos), podem ser letais.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top