A coragem do Borussia, fez bem ao Real também


fonte da imagem: Trivela


Real Madrid e Borussia Dortmund, tem feito excelentes confrontos nos últimos anos. Nesta quarta-feira, não foi diferente. Os aurinegros foram ao Estádio Santiago Bernabéu, encararam de igual para igual os merengues, e conquistaram um empate em 2 a 2, que no fim, foi bom para os dois lados.

O Dortmund terminou na primeira colocação do grupo F da UEFA Champions League. Escapou de outros líderes de grupo, como Arsenal, Napoli, Barcelona, Atlético de Madri e Juventus, e não poderá enfrentar Bayern de Munique e Real por conta das travas. Já o time da capital espanhola, escapou de City, PSG e Bayern, e não poderá enfrentar o próprio BVB, o Barcelona e o Atlético, também por conta das travas. Sim, ambos ainda podem enfrentar pedreiras nestas oitavas de final. Mas escaparam dos rivais que lhes colocavam mais medo.

O trabalho do francês Zinédine Zidane é muito bom. Em grandes jogos, ele tem montado o seu time de acordo com o adversário. E contra o Borussia Dortmund, não foi diferente. Zidane colocou o seu Real marcando adiantado em campo, procurando dificultar ao máximo a vida dos aurinegros. O plano deu certo. O Real, reagindo, dominou as ações de jogo durante todo o primeiro tempo, com raras exceções. O gol merengue saiu após um cruzamento baixo de Carvajal, onde Benzema não perdoou, e mandou para o fundo das redes.

A partir do gol sofrido, o Borussia Dortmund melhorou no jogo, especialmente na segunda etapa. Benzema ainda chegou a fazer o segundo tento madridista, o que fez o jogo virar uma constante troca de ataques. E aí, o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, fez a diferença. Ele foi quem marcou o primeiro gol de sua equipe, e ainda assistiu Marco Reus nos minutos finais para empatar, e dar um bom senso de justiça no placar, de acordo com o que se viu em campo.

Tecnologia do Blogger.