Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História



Nesta quinta-feira, o Manchester United apresentou ao seu torcedor aquela que foi, muito provavelmente, a melhor atuação aliando desempenho e resultado da temporada. Contra o Feyenoord, em jogo válido pela quinta rodada do grupo A da Liga Europa, os Red Devils deram uma aula de pressão e intensidade, devorando um time que começa muito bem a temporada na Holanda.

Montado em um 4-2-3-1, que variava para o 4-1-4-1, com Michael Carrick na frente da zaga, Paul Pogba hora como volante, hora se juntando à Wayne Rooney como interior, mais o canhoto Mata pela direita, o destro Henrikh Mkhitaryan pela esquerda, e Ibrahimovic como referência, o time pareceu totalmente alinhado. A marcação era feita com pressão ainda na saída de bola do time comandado por Giovanni van Bronckhorst, que não conseguia nem propor o jogo, nem contra-atacar.

O veterano goleiro australiano do Feyenoord Brad Jones, foi o grande nome do jogo, e apesar de marcar um gol contra sem querer, parou diversas ocasiões do adversário. Rooney havia aberto o placar para o United, enquanto Mata ampliou. No finalzinho do jogo, Lingaard fez o quarto tento do time inglês.



«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top