Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História



Depois de brilhar na temporada 2012-2014 ao lado de Cerci no ataque do Torino, Ciro Immobile se transferiu para o Borussia Dortmund. Contratado pelos aurinegros por 18 milhões de euros, para ser o substituto de Lewandowski, ele acabou não indo bem na Alemanha, e parecia ser mais um daqueles fenômenos de uma temporada só. Mas pelo visto, só parecia mesmo.


Ao todo, Immobile marcou apenas 10 gols em 34 jogos com a camisa do Borussia Dortmund. Foi repassado para o Sevilla, onde mal jogou, atuando em apenas 15 jogos, e marcando míseros 4 gols.


Sem espaço no Sevilla, o atacante italiano foi emprestado para o Torino, onde começou a se reerguer. Com cinco gols e quatro assistências pelo Toro, recuperou a confiança, e convenceu a Lazio a pagar 8,5 milhões de euros ao Sevilla  para contar com o seu futebol.


Em Roma, Immobile teria  amissão de substituir Miroslav Klose, atacante alemão que é o maior artilheiro da história das copas, e o principal ídolo laziale dos últimos anos. Com nove gols nos primeiros 12 jogos, Ciro não só correspondeu as expectativas, como virou a principal referência do time, que tem tudo para brigar por uma vaga na próxima edição da UEFA Champions League. 


As boas atuações também levaram Immobile de volta à seleção italiana, onde ele vai se firmando como titular. O único porém, nesta fase mágica que ele vive, é o fato de ter fracassado na Bundesliga e na La Liga. Ciro parece ter capacidade apenas para atuar na Itália, e isto é fácil de explicar.


Uma das poucas ligas onde ainda se é viável atuar em um esquema com 2 atacantes hoje, é a italiana. Se nas demais grandes ligas da Europa, o 4-3-3 e suas variantes é o sistema de jogo mais utilizado, na Itália, ainda é possível atuar no 4-4-2 ou no 3-5-2, como a atual campeã Juventus já comprovou. Sim, a Lazio não tem jogado com frequência com dois homens na frente, mas mais do que o esquema da própria equipe, é o espaço dado pelos adversários que favorece Immobile.


As equipes italianas ainda mantém as suas características de marcação, extremamente peculiares. Immobile conhece bem elas, e como as vencer. Não à toa, nenhum atacante italiano tem obtido sucesso nas demais grandes Ligas, e isto não parece uma mera coincidência.


O futuro de Immobile, parece não ser na Itália. Se não deu certo na Alemanha e na Espanha, é mais difícil ainda o imaginar rendendo em bom nível na competitiva Premier League inglesa. A disputa por vagas nas competições européias na Serie A TIM italiana nesta temporada será apertada, mas parece este o caminho para Immobile: ajudar a Lazio a crescer, e continuar a sua reascensão junto com o clube.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top