Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História

Guia da Champions League 2016-2017: Barcelona

Guia da Champions League 2016-2017: Barcelona


Barça encara uma temporada complicada, mas que tem tudo para ser muito boa. O esquadrão blaugrana busca mais uma vez fazer história, e conquistar a UEFA Champions League.



Grupo C: Faz companhia à Manchester City, Borussia Mönchengladbach e Celtic.


O Barcelona vem dominando o Futebol Europeu nos últimos anos. Entre títulos  e participações em semifinais e quartas de Champions League, ninguém supera o esquadrão blaugrana na última década. O clube se tornou referência na história recente da competição, e o seu estilo de jogo virou modelo de futebol bem praticado.


A força ofensiva do Barça, com Messi, Suárez, Neymar e companhia, já tornava a equipe extremamente temida. A ideia para esta temporada, claramente era aumentar a força do elenco, na ideia de voltar a poder rodar mais peças, e jogar três competições em grande nível. Assim, o clube foi ao mercado, e trouxe bons reforços. Um deles, foi o promissor zagueiro Samuel Umtiti, ex-Lyon, e que fez uma excelente Eurocopa com a seleção francesa. Outro francês, o lateral Lucas Digne, também foi contratado, assim como os meia-atacantes André Gomes e Denis Suarez, e o centroavante Paco Alcácer. Aleix Vidal e Arda Turan, só agora poderão entrar realmente em nível de jogo, e de certa forma, também são reforços. Outro reforço que já estava no elenco é Rafinha, que passou grande parte da temporada 2015-2016 lesionado.

BARCELONA, SPAIN - AUGUST 20: Lionel Messi of FC Barcelona celebrates after scoring his team's second goal during the La Liga match between FC Barcelona and Real Betis Balompie at Camp Nou on August 20, 2016 in Barcelona, Spain. (Photo by Alex Caparros/Getty Images)

Em contrapartida, Sandro, Dani Alves, Halilovic, Adirano, Song, Montoya, Vermaelen e Tello deixaram a Catalunha. Destes, só Daniel Alves era titular. O brasileiro foi liberado com a intenção de fixar Sergi Roberto na lateral-direita. O jogador, meio-campista de origem, tem se dado bem pelo setor, que com Dani, Xavi, e Messi, foi mortal durante mitos anos. O argentino, com isto, deverá atuar cada vez mais centralizado, apenas partindo para a direita, atrás de Suárez. Neymar deverá seguir pela esquerda, fazendo o flanco com Jordi Alba. 

Denis Suarez pode e deve ganhar mais oportunidades pelo corredor direito, mesmo que Iniesta deva seguir sendo o titular da posição, enquanto Rakitic e Busquets seguem sendo os volantes. Mascherano também poderá atuar mais pelo meio, já que Umtiti deverá vez que outra ser titular da zaga ao lado de Piqué. No gol, Ter Stegen tem tudo para ser titular nos jogos de La Liga e da Champions após a saída de Bravo, enquanto o reserva Cillesen só deverá ser escalado pelo técnico Luis Enrique nas partidas da Copa do Rei.

Se espera uma boa temporada do Barcelona. O elenco é mais profundo, não há motivos para ausência de rodízio, e é possível sim um novo triplete. Na Champions League, qualquer coisa que não seja ao menos um lugar nas semifinais será decepcionante.

Time-base: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Mascherano (Umtiti) e Jordi Alba; Busquets, Rakitic e Iniesta (Denis Suarez); Messi, Suárez e Neymar.

Títulos na Champions League: 5 (1991-1992, 2005-2006, 2008-2009, 2010-2011 e 2014-2015)
Retrospecto na Champions League: 27 participações 

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top