Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História


Que o Manchester City é, historicamente, um dos grandes clubes da Inglaterra, ninguém dúvida. Mesmo sem ter até pouco tempo a mesma tradição de títulos de outros clubes da terra da rainha, os Citizens vem subindo de patamar desde que passaram a receber investimento por parte de um grupo de Abu Dhabi, liderado pelo xeque Mansour bin Zayed al Nahyan, na metade final da década passada, mas recentemente, algo elevou ainda mais o Status dos Citizens: a chegada de Pep Guardiola.


Quase todos os jogadores gostariam de trabalhar com o treinador que redefiniu os rumos do futebol nos últimos anos, comum revolução tática que segue m andamento. Claramente, o objetivo do Manchester City era se tornar uma referência no Futebol Mundial. Por isto mesmo, buscou tantos profissionais com passagens no Barcelona, a equipe que dominou o futebol nos últimos 10 anos. A chegada de Pep não só é a cereja do bolo no processo de Barcelonização do City, como serve para atrair os nomes que mais interessavam. Ter o espanhol no banco faz a diferença na hora de concorrer com os demais rivais da Premier League, onde a grana também não é curta.

Apenas nesta janela, o Manchester City já contratou Nolito, Gundogan, Rulli, Gabriel Jesus, Marlos Moreno, Oleksandr Zinchenko e Leroy Sané. Exceção feita ao primeiro, todos Sub-25, sendo os quatro últimos Sub-20. Jogadores com grande potencial de crescimento, que podem gerar um retorno enorme à médio e longo prazo, mas acima de tudo, serem moldados por Guardiola, e transformados em jogadores capazes de executar o que ele pede em campo. Tudo isto, sem pressa, pois há peças na equipe como de Bruyne e Aguero capazes de assumir a responsabilidade para a temporada 2016-2017.

Se Nolito é o jogador pronto para dar resultado imediato, e Rulli um goleiro para muitos anos, os demais, além de jovens, tem em comum o fato de serem atletas leves e habilidosos, e declararam terem sido procurados por outros clubes, mas que o a chance de trabalhar com Pep Guardiola pesou.

Assim, o Manchester City de Guardiola vai se moldando. Um projeto capaz Cedar frutos já na temporada que começa, mas também com chances de atingir o seu ápice mais em breve. Resta saber se Guardiola ficará mais do que três anos no Etihad, e comandará os seus novos pupilos em um período onde estarão mais maduros, e acostumado com a filosofia de trabalho do mestre.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top