Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História



Primeira campeã da Eurocopa feminina, lá no longínquo ano de 1984, a Suécia nunca mais voltou a obter grandes conquistas, embora sempre esteja participando de grandes torneios, e geralmente fazendo boas campanhas.

A Suécia subiu no pódio das Copas do Mundo em 1991 na China, terminando na terceira colocação, mesmo lugar obtido na Copa de 2011, na Alemanha. O selecionado da Escandinávia também foi vice campeão Mundial em 2003, mas nunca conquistou uma medalha olímpica, e foi eliminada nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2015 pela Alemanha, após uma primeira fase fraca.

Para chegar no Rio 2016, a Suécia teve de passar pelo pré-olímpico europeu, um quadrangular que ainda contava  com Noruega, Suíça e Holanda, já que a Inglaterra não pode participar dos Jogos Olímpicos, e Alemanha e França se classificaram via Copa do Mundo. A equipe derrotou tanto a Noruega, quanto a Suíça por 1x0, nas duas primeiras rodadas, e com um empate com a Holanda, assegurou a classificação para a sua 6° Olimpíada.

Agora, a experiente treinadora Pia Sundhage, bicampeã olímpica com os EUA, tenta conduzir o país a uma inédita medalha olímpica. O país conta com uma das melhores ligas do futebol europeu, e algumas de suas principais jogadoras também atuam na Alemanha e na França. Uma das melhores  zagueiras do mundo, a capitã Nilla Fischer defende o forte time do Wolfsburg, enquanto as atacantes Sofia Jakobsson, do Montpellier, e Lotta Schelin, campeã da Champions League feminina com o Lyon, jogam na França.

Com uma treinadora experiente, e um elenco qualificado, a Suécia não deverá ter problemas para passar pela primeira fase, onde está no grupo A, ao lado de Brasil, África do Sul e China. As suecas devem disputar a liderança da chave com as donas da casa. A seleção tem sim, toda a condição de lutar por uma medalha, mas vai depender muito dos cruzamentos e do desempenho no mata-mata.



Lista de convocadas:

Goleiras: Hedvig Lindahl e Hida Carlen
Defensoras: Emma Berglund, Jonna Andersson, Nilla Fischer, Linda Sembrant, Magdalena Eriksson e Jessica Samuelsson
Meio-campistas: Lisa Dahlkvist, Elin Rubensson, Emilia Appelqvist, Caroline Seger e Kosovare Asllani

Atacantes: Sofia Jakobsson, Fridolina Rolfo, Lotta Schelin, Stina Blackstenius e Oilvia Schough

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top