Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História



França e Alemanha se enfrentaram hoje, em partida válida pelas semifinais da Euro 2016, em Marselha. A rivalidade entre as duas nações, inclusive no campo histórico, e o peso das camisas gerava muitas expectativas. Tivemos acima de todo um bom jogo de futebol, em que os donos da casa venceram por 2x0, com dois gols de Griezmann, se classificando para a grande decisão.

Apesar de a primeira chance do jogo ter sido da França, em um chute de Griezmann, que Neuer defendeu no canto, foi a Alemanha quem dominou o primeiro tempo inteiro. Jogando no campo francês e marcando a saída de bola do adversário, o selecionado germânico buscava sempre as jogadas en profundidade, com os dois laterais bem adiantados, e o próprio zagueiro Boateng aparecendo a todo momento na frente.

A maneira como o meio-campo alemão dominava a meiuca francesa era impressionante. A saída de bola e o começo das jogadas se dava com Schweinsteiger. A partir daí, os alemães praticamente não deixavam os armadores terem a bola, e quando tinham a redonda, não tinham espaço para jogar. Lloris foi se transformado no nome do jogo, impedindo a Alemanha de abrir o marcador com ao menos três defesas espetaculares. Era uma atuação similar à do 7x1 da Copa de 2014, apenas sem contundência.

O único porém, era o espaço que a a França tinha para arrancar quando conseguia encaixar o contragolpe. Em um desses lances, Giroud carregou a bola por um terço do campo, mas se atrapalhou na corrida, perdendo grande chance.

Na sequência, aos 47 minutos saiu o gol francês. Schweinsteiger tocou com a mão na bola dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Griezmann converteu.

A segunda etapa começou com a França atacando, e a Alemanha, tentando sair para o jogo. A lesão de Boateng, que deu lugar a Mustafi, trouxe uma queda ao Nationalef, especialmente no sistema defensivo.

Aos 72 minutos de jogo, Kimmich bobeou após uma recuada apertada de Howedes na área, e Pogba acabou roubando a bola. Ele cruzou para Giroud. Neuer atlético interceptou, mas deu rebote. A bola caiu nos pés de Griezmann, que não perdoou e mandou de primeira para o gol, dobrando a vantagem francesa. A Alemanha até foi para cima, lutou, mas não conseguiu nem mesmo descontar.

A França consegue, em casa chegar na final. O adversário será Portugal. Uma seleção que não começou bem a Euro, mas foi se arrumando no caminho, além de contar com Cristiano Ronaldo, um jogador sempre capaz de fazer a diferença. Promessa de uma grande final no Saint-Denis, no próximo domingo.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top