Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História



Acabou a fase de grupos da Euro 2016, e é hora de fazer a seleção com os destaques das três primeiras rodadas do maior intercontinental de seleções do planeta.


Goleiro:

→ Michael McGovern: Um paredão. Ajudou a Irlanda do Norte a perder de apenas 1x0 contra Polônia e Alemanha, e a derrotar a Ucrânia, alcançando assim a histórica classificação para as Oitavas de final. Outros nomes como Sommer, Courtois e Buffon também se destacaram, mas não dava para deixar Michael McGovern de fora.

Defensores:

→ Meunier (Bélgica): a grande revelação da Euro até aqui. Um dos nomes menos badalados do elenco da Bélgica, atuou sempre com segurança na marcação e apoiando bem o ataque. Deu inclusive uma assistência para Witsel, no jogo contra a Irlanda.


→ Leonardo Bonucci (Itália): O símbolo de uma defesa italiana quase perfeita nos jogos contra Suécia e Bélgica. Chiellini também se destacou muito.


→ Jerome Boateng (Alemanha): Um grande zagueiro, que cresce ainda mais nos grandes torneios. Foi praticamente perfeito nas três partidas, e um dos melhores jogadores da Alemanha nesta Eurocopa.

→ Ricardo Rodríguez (Suíça): Um dos melhores laterais da atualidade. Apóia e marca bem, ainda sendo fundamental nas jogadas de bola parada.


Meias:

→ Toni Kroos (Alemanha): O gênio invisível. O homem capaz de armar de trás o jogo da Alemanha, e fazer a equipe engolir com a posse de bola os adversários.

→ Andrés Iniesta (Espanha). Iniesta deu show contra Turquia e República Tcheca. Quando foi bem marcado, contra a Croácia, a Espanha se viu com muitas dificuldades. Iniesta é um mago com a bola nos pés, e se a Espanha tem alguma chance de conquistar esta Eurocopa, passa pela sua capacidade de fazer a diferença.

→ Luka Modric (Croácia): Outro jogador com um domínio de meio-campo fantástico. Nesta Eurocopa, Modric marcou, serviu fez gol, deu show, e alçou a Croácia ao top 3 de melhores seleções do torneio até aqui, muito por causa das suas atuações.


Menções honrosas: Ramsy e Allen.


Atacantes:


→ Dimitri Payet (França): Outro jogador capaz de orquestrar a sua equipe, dominar o campo de jogo, e fazer a diferença. Nesta Euro ela já assistiu e fez dois golaços. Quem esperava ver a França de Griezmann ou a de Pogba, está vendo a França de Payet.

→ Ivan Perisic (Croácia): Foi letal atuando como Winger pelo lado esquerdo, levando para a euro as boas performances que obteve na temporada 2015-2016 com a Internazionale.


→ Gareth Bale (Gales): Um jogador decisivo, capaz de elevar o patamar do País de Gales, de uma maneira outrora impensável. É o melhor futebolista do planeta em 2016 até aqui.


Treinador: Lagerbäck (Islandia).


Seleção da 1º fase da Euro 2016 feita com dados OPTA:


«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top