Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História


Guia da Euro 2016 - País de Gales



Enfim, o País de Gales volta a disputar um grande torneio, e estréia nas fases finais de uma Eurocopa. Em sua única presença num grande torneio, a pátria britânica chegou até as quartas-de-final da Copa do Mundo de 1958. A idéia com esta nova geração é fazer um bom papel, como naquela ocasião, apesar de todas as possíveis dificuldades.


O País de Gales estréia na Euro após uma boa campanha nas eliminatórias. Comandado por Chris Coleman no banco, e liderado por Gareth Bale em campo, conseguiu o que time de  Neville Southall, Ian Rush e Mark Hughes dos anos 80, e o de Gary Speed, Ryan Giggs e Craig Bellamy dos anos 90, acabou não conseguindo. O grupo de Gales nas eliminatórias não era de tudo fácil, já que ainda contava com as seleções da Bélgica, Bósnia-Herzegovina, Israel e Chipre, o que dá uma boa recomendação aos britânicos para o torneio que será realizado em solo francês.


Como não poderia deixar de ser,  Gareth Bale foi o principal jogador de Gales durante toda a campanha nas eliminatórias, com 7 gols marcados, de um total de 11 tentos do time nos 10 jogos. Contudo, a defesa, liderada pelo experiente Willians, foi o grande destaque da campanha, tendo sofrido apenas quatro gols.


O País de Gales está na chave B, ao lado de Inglaterra, Rússia e Eslováquia. Um grupo acessível, pois a Rússia e a Eslováquia não chegam a ser dois grandes times, e o duelo contra a Inglaterra é um clássico. Além disso, a maioria dos jogadores galeses, como Bale, Wiilians, Kanu e Ramsey atuam ou já atuaram na Premier League, tendo um bom conhecimento dos adversárioss do outro selecionado britânico. Logo, mesmo sendo estreantes, Gareth Bale e companhia podem sim surpreender e avançar até as Oitavas, ao menos.


E a maior esperança é justamente Gareth Bale. Ele tem a chance que Giggs não teve de atuar em um grande torneio de Seleções, justamente quando parece começar a viver o momento mais maduro da carreira. Bale é um jogador completo, e fica difícil achar um outro jogador nas outras 15 seleções que seja, hoje, melhor do que ele. Mesmo Cristiano  Ronaldo, seu companheiro no Real Madrid, não fez uma temporada superior ao britânico, que tem tudo para nos próximos anos, conquistar uma Bola de Ouro.



Time-base: Hennessey; Willians, Chester e Taylor; Richards, Ledley, Ramsey, Allen e Davies; Bale e Kanu.




«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top