Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História

Guia da Euro 2016: Rússia



Guia da Euro 2016: Rússia



A União Soviética conquistou a primeira Eurocopa da história, em 1960. Quase 56 anos depois, a Rússia que vai até a França para disputar a Euro 2016 parece não ter nenhuma possibilidade de levantar a taça, mas tenta fazer um bom papel, dois anos antes de receber a Copa do Mundo pela primeira vez.

Pensando nisto, a principal notícia Pré-Euro para a Rússia foi péssima. O meia atacante do CSKA Moscou, Alan Dzagoev, se lesionou durante a última partida do Campeonato russo, e irá desfalcar a Seleção durante o torneio.

Um desfalque enorme para a Seleção treinada por Leonid Slutsky. Comandante que se consagrou no CSKA, ele fez do clube da capital russa a base para uma seleção forte, após os fracassos nas eliminatórias para o Mundial de 2010,  e especialmente na Euro 2012 e na Copa do Mundo de 2014, onde o país não passou de fase. O time russo, por sinal, é formado basicamente por atletas locais, e assim, apostando no entrosamento, fez uma campanha consistente nas eliminatórias. O time se classificou em segundo lugar na sua chave, terminando atrás da Áustria, mas ficando na frente da Suécia, com uma campanha de 6 vitórias, 2 empates e 2 derrotas).

Dá para esperar uma Rússia jogando um futebol com a cara de Leonid Slutsky: sem encantar, mas pragmático e eficiente, semelhante ao que prática o CSKA. Assim, Slutsky conseguiu resultados positivos no clube, e assim, irá tentar alcançar um bom nível com a seleção.


Sem Dzagoev, a aposta russa será nos atacantes Aleksandr Kokorin e Artem Dzyuba, embora o principal jogador do país pareça mesmo ser o goleiro Igor Akinfeev. O arqueiro do CSKA Moscou é um dos mais regulares na posição do futebol europeu há anos, mesmo que muitas vezes não receba o reconhecimento por isto. Suas defesas garantiram o último título russo para a sua equipe, em uma temporada onde o Rostov poderia de maneira surpreendente terminar com a taça.


Ainda vale a pena ficar de olho em mais alguns jogadores russos. As descidas dos laterais Smolnikov e Kombarov são sempre perigosas, e a zaga formada por Vasili Berezutski e Sergei Ignashevich tem um bom entrosamento.


Mesmo com todas as dificuldades, a Rússia ainda tem condições de avançar de fase, mesmo que não pareça ser algo fácil. A Inglaterra pinta como a grande favorita do Grupo B, enquanto Eslováquia e País de Gales são seleções em ascensão. A Rússia parece ter um nível um pouco superior na relação com estas duas equipes, mas deverá ter dificuldades com ambas.

Mesmo que não dê para passar na 2° colocação, ainda será possível avançar como um dos melhores terceiros colocados, embora o grupo seja dos mais equilibrados. A partir daí, só os cruzamentos podem indicar até onde a Rússia pode ir nesta Euro. Repetir o título de 1960 é quase impossível, assim como as finais de 1964, 1972 e 1988. Até mesmo a semifinal de 2008 parece improvável, embora o futebol sempre reserve surpresas.


Time-base: Akinfeev; Smolnikov, Vasili Berezutski, Sergei Ignashevich e Kombarov; Glushakov, Denisov e Shirokov; Kokorin, Shatov e Dzyuba.


«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top