Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História



O País de Gales esperou 58 anos para voltar a jogar um grande torneio, algo que não fazia desde a Copa do Mundo de 1958. Pois a estréia na Euro 2016 neste Sábado foi sofrendo, mas vencendo. O time passou apuros, mas segurou a Eslováquia, foi eficiente e triunfou por 2x1, conquistando três pontos fundamentais, em um grupo complicado.

A Eslováquia começou melhor a partida, e quase abriu o placar logo nos primeiros minutos, quando Hamsik fez jogada individual pela direita, driblou dois marcadores com um só corte, invadiu a área, e tocou na saída do goleiro Ward, que foi salvo por um carrinho milagroso de Ben Davies.

Logo depois, foi a vez do País de Gales responder. Em cobrança de falta na entrada da área, Gareth Bale chutou no contrapé do goleiro Kozacik, que não conseguiu defender.

A vantagem deu à Gales uma certa tranquilidade. A Eslováquia, melhor tecnicamente, seguiu em busca do empate, e até exigiu boas defesas de Ward, mas só no 2° tempo, dois jogadores que saíram do banco iriam movimentar o marcador.

Primeiro, foi a vez do técnico da Eslováquia, Jan Kozak, mandar ao campo Duda. O jogador do Legia Varsóvia, em um de seus primeiros toques na bola, chutou cruzado dentro da área, para empatar a partida.

Logo depois, foi a vez do comandante de Gales, Chris Coleman, colocar em campo Robson-Kanu. O iluminado recebeu a bola após uma boa jogada de Ramsey, já na reta final da partida, e não perdoou, fazendo o segundo gol do selecionado britânico.

Desta vez, o País de Gales soube administrar a vantagem, e até chegou mais perto do terceiro gol nos contragolpes puxados por Bale. Além do jogador do Real Madrid, também a de se destacar as atuações de Ramsey e Allen. Os outros embaixadores do futebol de Gales assumiram as suas responsabilidades. O jogador do Liverpool soube controlar as ações no meio, cadenciando diversas vezes a bola na tentativa de conter o ímpeto eslovaco.

Um triunfo histórico. Logo no primeiro jogo do País de Gales na história da Euro, o time vence. A geração de Bale recolocou de vez a pátria galesa no mapa da bola, e ainda há muita história a ser escrita.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top