Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História

Liverpool 5x4 Alavés: A mágica final da Copa da UEFA de 2001.


A final da Copa da UEFA colocou frente a frente, dois opostos. De um lado, o Gigante Liverpool, do outro, o pequeno Deportivo Alavés. Um multicampeão, outro que apenas vivia um sonho de ser campeão de um torneio continental. O sonho esteve perto de ser realizado, e não virou realidade por pouco, mas de todo o modo, o Alavés entrou para a história, ao protagonizar um dos maiores jogos de futebol de todos os tempos.


O Liverpool, retornava à uma final de competição européia 16 anos após a tragédia de Heysel. Os Reds chegavam embalados, após as conquistas da Copa da Inglaterra, onde bateu na decisão o Arsenal por 2x1, e da Copa da Liga Inglesa, onde derrotou o Birmingham nos pênaltis, após empate em 1x1 no tempo normal.

Para chegar até a final o Liverpool passou por Rapid Bucareste, Slovan Liberec, Olympiacos, Roma, Porto e Barcelona. Já o Alavés, deixou para trás Gaziantepspor, Lillestrom, Rosenborg, Internazionale, Rayo Vallecano, e o Kaiserslautern, numa campanha irrepreensível, sob o comando do carismático treinador José Manuel Esnal, o Mané.

A Final da Copa da UEFA de 2001 aconteceu no mítico Signal Iduna Park, casa do Borussia Dortmund. Assustado com o clima do jogo, o Alavés começou mal a partida. Gary McAllister cobrou falta pela direita na cabeça de Markus Babbel, que abriu o placar para o Liverpool, antes dos cinco minutos. Pouco depois, os Reds aproveitaram um erro na saída de bola do Alavés, onde a zaga saiu tocando mal, e marcou o segundo gol, com Steven Gerrard.

Parecia que teríamos uma vitória fácil do Liverpool. Mas só parecia. Vendo seu time a ponto de tomar uma goleada, Mané mandou à campo Ivan Alonso, com o intuito de atacar mais e prender a bola na frente. Poucos minutos depois de entrar em campo, Alonso aproveitou um cruzamento do ótimo lateral romeno Cosmin Contra, e descontou para a equipe espanhola.





Sem alternativas, o Alavés foi para frente, buscando empatar o jogo. Deu espaços para Michael Owen puxar um belo contragolpe, e só ser parado dentro da área com penalidade, pelo goleiro do Alavés, Herrera. McAllister converteu a cobrança, fazendo Liverpool 3x1.

O gol poderia ser uma balde água fria, mas não para aquele valente Alavès. Logo no começo da segunda etapa, Javi Moreno balançou as redes duas vezes, entre duas vezes, antes dos cinco minutos de partida, empatando o jogo. Fowler chegou a marcar o quarto, e colocar novamente o Liverpool  frente no marcador. Mas no finalzinho do tempo regulamentar, Jordi Cryff fez o gol do 4x4, que levou o jogão para a a prorrogação.

Na prorrogação, o Alavés se segurou como pode. Herrera fechava o gol com defesas fantásticas, nas no fim das contas, o Liverpool conquistou o título, graças ao gol de ouro marcado por Geli, aos 11’ do segundo tempo.



Depois de 17 anos, o Liverpool voltava a conquistar uma taça campeão européia. Era o tricampeonato da Copa da UEFA, valorizado por um Alavés que mesmo sem uma camisa pesada, foi um gigante na hora da decisão. Tentou arrancar como pode a vitória, tirando forças até de onde não tinha. Mas não deu, diante de um gigante como o clube vermelho de Merseyside.




Hoje, o Alavés ocupa as divisões inferiores da Espanha. Sofreu um grande desmanche logo após aquele final, e nunca mais voltou a brilhar. De lá para cá, o Liverpool conquistou a UEFA Champions League em 2005, e em 2016 voltou a disputar uma final de Copa da UEFA, hoje com o nome de Liga Europa. O tempo passou, e mostrou novamente a diferença de tamanhos. Mas não importa: naquele jogão em 2001, vimos um duelo de Titãs!

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top