Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História




A Liga dos Campeões é o torneio mais apaixonante do Mundo, e cada decisão mexe com o fã  do futebol europeu.

Confira abaixo cinco jogos inesquecíveis nas decisões de UCL.


1955/56 – Real Madrid 4×3 Stade de Reims


A primeira final da Copa dos Campeões Europeus foi decidida no Parc des Princes em Paris, entre o Real Madrid de Gento e Alfredo Di Stéfano, e o Stade de Reims, de Raymond Kopa e Michel Hidalgo.


Os madridistas chegaram a estar perdendo por 2x0, mas conseguiram a virada, e a vitória por 4x3, conquistando a sua primeira taça de Campeão da Europa.


1959/60 – Real Madrid 7×3 Eintracht Frankfurt


A  final da Copa dos Campeões da temporada 1959/60 é até hoje recordista de gols na história. O Real Madrid venceu o Eintracht Frankfurt por 7x3, para conquistar o seu quinto título seguido, algo que nunca mais uma equipe iria conseguir.


1961/62 – Benfica 5×3 Real Madrid


O dia  02 de maio de 1962 foi histórico para o futebol europeu. Pela primeira vez o Real Madrid perdia uma final de Liga dos Campeões da UEFA, ao ser derrotado pelo Benfica, de virada por 5x3, em decisão disputada no estádio Olímpico de Amsterdã, diante de um público de 65 mil pessoas. Uma final, que consagrou Eusébio, o Pantera Negra, mas também contou com o brilho e a genialidade de Ferenc Puskás e Alfredo Di Stéfano.



1966/67 – Celtic 2×1 Internazionale


Uma final entre dois dos melhores times da história. Celtic e Internazionale se enfrentaram em Lisboa, com os italianos saindo na frente, graças a um gol de Sandro Mazzola. Contudo, o Celtic alcançou a virada, com gols de Tommy Gemmell e Stevie Chalmers, para conquistar a primeira e até hoje única taça de um clube escocês na competição.


1971/72 – Ajax 2×0 Internazionale


Em 1972 o Ajax deu show, derrotando a Internazionale por 2x0 no estádio De Kuip em Roterdã. Aquela grande equipe era liderada por Johan Cruyff.


1973/74 – Bayern Munique 1×1 Atlético de Madrid  e Bayern de Munique 4×0 Atlético de Madrid



A única final em dois jogos na história aconteceu entre Atlético de Madrid e Bayern de Munique, em 1974, no Heysel Stadium, em Bruxelas. A Final deveria ser decidida em um jogo só, que foi marcado por muita tensão e nervosismo. O jogo terminou com um 0 x 0 no tempo normal. O jogo foi para a prorrogação. Após algumas chances do Bayern de Munique, o Atlético de Madrid foi quem saiu na frente: Luis Aragonés marcou o gol que parecia dar a mais importante Taça da Europa para os Colchoneros. No entanto, faltando alguns segundos para o fim da partida, Georg Schwarzenbeck de maneira dramática para o Bayern de Munique. Como não havia disputada de pênaltis na época, teríamos um jogo extra para definir o Campeão Europeu de 1974.

Dois dias depois, as equipes voltaram para o mesmo estádio, para a decisão. O Atlético estava sem seu meio-campista volante Irureta e parecia mais desgastado que o time do Bayern de Munique, muito bem preparado fisicamente. Além de tudo, os Bávaros souberam controlar melhor o jogo. Beckenbauer deu um show, sendo um verdadeiro maestro, e comandando o banho, Físico e Técnico do Gigante da Baviera. O Bayern aplicou uma goleada de 4 a 0, contando com dois gols de Gerd Müller (aos 58 e aos 71 minutos) e dois de Hoeneß (aos 29 e aos 83 minutos).


1993/94 – Milan 4×0 Barcelona


Em 1994, o Milan de Fabio Capello destroçou o Barcelona de Johann Cruyff com 4x0 na final, de maneira surpreendente.


1996/97 - Borussia Dortmund 3x1 Juventus


O Borussia Dortmund, comandado por Ottmar Hitzfeld, e com nomes como Matthias Sammer, Jürgen Kohler, Stefan Reuter, Lars Ricken e Stephane Chapuisat derrotou a campeã da temporada anterior, a Juventus por 3 x 1 no Estádio Olímpico de Munique. Os tentos do time aurinegro foram marcados por Karl-Heinz Riedle (2x) e Ricken.


1998/99 - Manchester United 2x1 Bayern de Munique


A final da Liga dos Campeões 1998/99 colocou Manchester United e Bayern Munique frente a frente,  em uma final épica, decidida apenas nos últimos minutos. O Bayern de Munique esteve vencendo por 1x0 até o final do jogo, mas viu o United virar nos acréscimos, com Teddy Sheringham e Ole Gunnar Solskjær, conquistando a taça.


2004/05 - Milan 3x3 Liverpool


A Liga dos Campeões 2004/05 foi decidida de maneira simplesmente, fantástica. No intervalo, os italianos do Milan venciam os ingleses por 3x0, com gols de Paolo Maldini e Hernán Crespo (2x). No entanto, o Liverpool equilibrou o jogo na volta ao gramado e empatou a partida, marcando três gols em apenas alguns minutos, com Steven Gerard, Vladimír Šmicer e Xabi Alonso. O confronto foi para a prorrogação e os pênaltis, com vitória dos Reds, que levantaram a taça pela quinta vez na história.


2005/06 - Barcelona 2x1 Arsenal


A Liga dos Campeões colocou frente a frente, em sua decisão de 2006, o Arsenal de Henry, Bergkamp, Gilberto Silva e Campbell, e o Barcelona de Ronaldinho, de Deco, Puyol, Eto'o e Giuly. Mesmo com o Barça começando melhor o jogo, os gunners é que abriram o placar, com um gol de Campbell de cabeça. No segundo tempo o Barcelona insistiu na busca pela virada mas seus heróis vieram do banco.


Primeiro, Larsson, serviu Eto'o para empatar. Depois, o contestado Beletti fez o segundo gol do Barça, livrando a equipe de um jejum de 14 anos sem conquistar a Europa.


2006/07 - Milan 2x1 Liverpool


A revanche do milagre de Istambul foi disputada no Estádio Olímpico de Atenas. As equipes mantinham as bases da inesquecível final de 2005, mas desta vez, o resultado foi diferente: o iluminado Pippo Inzaghi marcou duas vezes para o Milan e mesmo com os Reds marcando o gol de honra no final da partida com Kuyt e metendo muita pressão, não deu outra: o Milan foi Heptacampeão Europeu, e o Capitão Paolo Maldini ergueu a Taça da Liga dos Campeões mais uma vez.


2010/11 - Barcelona 3x1 Manchester United


A revanche da final de Roma em 2009 teve o mesmo vencedor. Eram tempos de domínio de Barcelona e Manchester United na Europa, e o Wembley viu o tira-teima entre os comandados de Alex Ferguson e Pep Guardiola.

Pedro abriu o placar para o Barcelona no primeiro tempo, mas Rooney chegou a empatar para os Red Devils.

Contudo, Messi vivia uma fase espetacular, e ele fez o gol do 2x1 do Barcelona. David Villa ainda marcou o gol do 3x1, para assegurar à quarta taça de campeão da Europa ao time blaugrana.



2011/12 - Bayern 1x1 Chelsea


Na final da UEFA Champions League 2011/12, o Bayern de Munique encarou o Chelsea, em um jogo único no seu estádio, a Allianz Arena. O gol já tardio de Thomas Müller dava a impressão de que a taça iria para o Gigante da Baviera. Contudo, faltando um minuto para acabar o jogo, Didier Drogba empatou para os Blues marcou de cabeça após o escanteio, levando o jogo para a prorrogação.

No tempo extra, Robben chegou a perder um pênalti, ea igualdade persistiu, levando a final para as penalidades. No desempate, o ídolo do Bayer Schweinsteiger acabou errando a sua cobrança, algo que Drogba não fez, e deu o 1° título europeu ao Chelsea, então treinado pelo interino Roberto Di Matteo.



2013/14 - Atletico de Madrid 1x4 Real Madrid

O jogo da sonhada 10º Champions League madridista. Após estar perdendo em Lisboa por 1x0 para o Atlético de Madrid até os acréscimos, o Real empatou aos 92 minutos, com um gol de cabeça de Sergio Ramos, e com três gols na prorrogação, voltou ao topo da Europa.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top