Confira o retrospecto por trás dos confrontos das quartas de final da Champions League




As quartas de final da UEFA Champions League 2015-2016 tem várias camisas pesadas e figuras conhecidas, o que torna natural a grande quantidade de histórias cruzadas. Tirando Real Madrid x Wolfsburg, todos os Confrontos carregam um passado com alguma ou muita história.
Começamos abaixo, contudo, com um confronto das quartas de final da Liga Europa: Borussia Dortmund x Liverpool, que além de toda a carga emocional da volta de Klopp ao Signal Iduna Park, ainda tem toda uma história por trás.


Borussia Dortmund x Liverpool



Nenhum confronto da Liga dos Campeões, contudo, tem tanta história no continente quanto o principal jogo das quartas de final da Liga Europa: Borussia Dortmund x Liverpool. As duas equipes decidiram a extinta Recopa Européia em 1966, com vitória do BVB por 2x1, naquele que foi o primeiro título europeu de um clube alemão.

Na temporada 2001-2002, os dois voltaram a se encontrar, ainda na fase de grupos da Champions League, e empataram em 0x0 no Westfalenstadion, com vitória do Liverpool por 2x0 no Anfield.


Ainda vale lembrar, que o Liverpool guarda boas lembranças do Westfalenstadion. Foi lá que os Reds conquistaram a Copa da UEFA, em 2001, após bater o Alavés por 5x4 na prorrogação.


Ficha Técnica da Final da Recopa Europeia de 1966:


Borussia Dortmund 2x1 Liverpool


Escalações:


Borussia Dortmund: Tilkowski; Cyliax, Paul, Redder; Kurrat, Assauer; Libuda, Schmidt, Held, Sturm, Emmerich. Técnico: Willi Multhaup

Liverpool: Lawrence; Lawler, Yeats, Byrne; Milne, Stevenson; Callaghan, Hunt, St. John, Smith, Thompson. Técnico: Bill Shankly
Estádio: Hampden Park (Glasgow, Escócia)
Data: 5 de maio de 1966



Wolfsburg x Real Madrid

Como já dito, Wolfsburg x Real Madrid é um duelo sem retrospecto em jogos UEFA, até porque a história do Wolfsburg na Liga dos Campeões, é curta (duas participações, apenas uma no mata-mata), ao contrário do Real, que sempre está jogando a UCL.

Mas vale lembrar dos recentes duelos entre os merengues e equipes alemães. Se até 2014 os germânicos eram considerados a "Asa negra" merengue, na caminhada para "La Decima", o Real eliminou Schalke 04, Borussia Dortmund e Bayern de Munique, antes de derrotar o Atlético na final de Lisboa.




Bayern de Munique x Benfica

Bayern de Munique e Benfica são dois dos clubes mais tradicionais do futebol europeu, e carregam consigo uma história grandiosa. As duas equipes já se enfrentaram seis vezes em competições oficiais, com quatro vitórias do Bayern, que ao todo marcou 15 gols gols nos confrontos. Ainda tivemos dois empates, com 4 gols marcados pelo Benfica.





Barcelona x Atlético de Madrid


Embora muita coisa aproxime Atlético de Madrid e Barcelona, a rivalidade entre os dois pode ser considerada como natural, consequência da disputa por títulos e da sequência de confrontos na Espanha. A primeira era de grandes embates entre os dois se deu ainda nos anos 50, após o fim da maior influência de Franco sobre o Futebol Espanhol. Os anos 70, marcaram grandes embates entre o Barcelona de Cruyff e o Atlético de Aragonés, algo que também chegou a se repetir, em algumas circunstâncias no começo dos anos 90. Em torneios da UEFA, Barcelona e Atleti se enfrentaram na Champions League 2013-2014, nesta mesma etapa de quartas de final. A eliminatória ficou marcada pelo embate entre técnicos argentinos: Diego Simeone x Tata Martino. Na ida, no Camp Nou, empate em 1x1, com gols de Meninos da Vila. Diego abriu o placar para o Atlético, enquanto Neymar empatou para o Barça. No Vicente Calderón, os Colchoneros venceram por 1x0, e avançaram para as semifinais. O gol do triunfo foi marcado por Koke logo no começo da partida.




Paris Saint-Germain x Manchester City


Paris Saint-Germain e Manchester City se enfrentaram na temporada 2008-2009, antes da época das vacas gordas. A partida era válida pela antiga Copa da Uefa, e nem de longe chamou tanto a atenção do planeta como estes dois confrontos das quartas de Final da Champions irão chamar.

A Copa da UEFA tinha um formato diferente da Liga Europa atual, e com isto, só houve um duelo entre os dois em Manchester, que terminou com placar zerado. Remanescentes do jogo, apenas no City: Hart e Zabaleta.



Tecnologia do Blogger.