Hala Madrid! Real vence o Barcelona no Camp Nou e encerra invencibilidade blaugrana



O Clássico entre Real Madrid e Barcelona é hoje, de maneira incontestável, o que mais atrai as atenções do planeta. Isto se soma à todos os fatores históricos de rivalidade entre regiões. Vencer este jogo é quase um pequeno título sem troféu. Mesmo com a vitória de hoje sobre o Barcelona por 2x1, dificilmente o Real Madrid irá ser campeão espanhol. Ainda está a sete pontos dos blaugranas. Mas "assaltar" o Camp Nou, ganhando de virada ainda por cima, serviu para amenizar um pouco a temporada madridista, marcada pelo sofrimento, especialmente antes da chegada de Zinedine Zidane.


E Zizou foi fundamental na vitória de hoje. Soube armar o seu time para vencer o Barça na segunda etapa. Descobriu que o caminho era explorar os espaços deixados pelos laterais culés, Daniel Alves e Jordi Alba.

Mais do que isto, sua equipe teve poder de reação. Viu o Barça sair na frente com um gol de Piqué após cobrança de escanteio de Rakitic, mas explorando os espaços pelas laterais, chegou a virada. E com gols de seus atacantes, criticados em alguns momentos da temporada, mas de importância inegável para a equipe.

Primeiro foi Benzema quem marcou. Marcelo arrancou pela esquerda, aproveitando uma brecha do setor direito do Barça. Conseguiu tocar para Toni Kroos, que cruzou para Benzema. Mesmo bem marcado, o centroavante francês emendou  um voleio, que parou nas redes defendidas por Bravo. 

No final da partida, já com Jesé no lugar de Benzema, veio a virada. Primeiro o Real teve um gol de Bale, questionavelmente anulado por conta de o o árbitro ver uma falta dele sobre Jordi Alba

Pouco depois da expulsão de Sergio Ramos, que deixou o Real com 10 homens em campo, Cristiano Ronaldo recebeu cruzamento de Bale, e cara a cara com Bravo, deu a virada definitiva aos merengues.

Triunfo para lavar a alma madridista, e quem sabe ainda tentar uma reação espetacular. A equipe tem de tirar sete pontos em sete rodadas para o Barcelona, algo difícil, mas não impossível. Mas ganha moral, especialmente para a Liga dos Campeões, onde está vivo, e enfrenta o Wolfsburg nas quartas. 

A derrota não é para o Barcelona fazer terra arrasada, mas acaba com a invencibilidade histórica de 39 jogos, e liga o sinal de alerta: o time não é imbatível.


A Estatística: Cristiano Ronaldo marcou 10 gols e deu uma assistência nos últimos nove clássicos contra o Barcelona no Camp Nou. Se sente em casa.


Os gols do jogo:
Tecnologia do Blogger.