Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História


Old Firm: Celtic x Rangers, a maior rivalidade do planeta




A Escócia pode não ser o primeiro país que você se lembra quando ouve a palavra futebol, mas para muitas pessoas, é o primeiro país que vem na mente quando se fala em futebol e rivalidade. Celtic e Rangers protagonizam o "Old firm", o famoso Derby de Glasgow, que é o nosso tema de hoje na Série grandes rivalidades.


Neste Domingo, teremos o primeiro Old Firm depois do acesso do Rangers para a primeira divisão, que aconteceu no começo deste mês. A partida é válida pelas semifinais da Copa da Escócia, e já é um prévia do que veremos na próxima temporada da Scottish Premiership na próxima temporada.


O Celtic Football Club foi fundado em 1888 por imigrantes irlandeses católicos, e até hoje a sua torcida segue a filosofia do Exército Republicano Irlandês, o "IRA" (Irish Republican Army). No caminho contrário, o Rangers Football Club, foi fundado em 1882, por membros ligados à monarquia inglesa e a igreja protestante. Os torcedores di Celtic são conhecidos como "the Bohys", e os do Rangers como "The Gers".



A rivalidade política, religiosa e étnica (as duas torcidas disputam a condição de verdadeiros descendentes do povo Celta), tornam o Old Firm um confronto tenso, dentro e fora de campo. O nome Old Firm, tem a sua origem, segundo relatos, na união dos jogadores das duas equipes, que pareciam Velhos colegas de empresa na origem do Clássico, mas na realidade, se deu pelo grande negócio que a partida se transformou com o passar dos anos.

A fase violenta do clássico começou no segundo jogo da final da Copa da Escócia de 1909, com 60 000 espectadores no Estádio de Hampden Park, uma briga de enormes proporções entre torcedores dos dois clubes e também com a polícia, suspendeu a decisão e inaugurou a fase violenta deste confronto. A confusão iniciou-se por rumores de que os dois clubes, que já haviam empatado a primeira partida, teriam combinado nova igualdade no placar, pois haveria interesse de ambos em realizar um terceiro jogo para definir o campeão por interesses econômicos, com a venda de mais ingressos. O clássico receberia então o apelido de "The Old Firm", uma insinuação que ambos os clubes se beneficiariam financeiramente da antipatia mútua.



Em 1931, o jovem e brilhante goleiro do Celtic John Thomson morreu após sofrer uma lesão fatal na cabeça ao mergulhar nos pés de um atacante do Rangers, convertendo-se em uma figura trágica e emblemática do clube alviverde.

O mais sangrento conflito entre torcedores das duas equipes aconteceu em janeiro de 1971, no Ibrox Park, estádio do Rangers. As arquibancadas viraram uma verdadeira batalha campal, e o conflito deixou 66 pessoas mortas e 200 feridas.



Até os anos 80, católicos não podiam jogar no Rangers, e protestantes não podiam atue no Celtic. Até que em 1989, o Rangers contratou o católico Maurice Thomast que ainda por cima era ex-jogador do Celtic. O fato gerou uma tensão enorme entre as duas torcidas, o que tornou a década de 1990 um período de fortes confrontos. Apenas nos 2000 as duas equipes entraram em um acordo verbal para por um fim no segregamento religioso, que faz tantas vítimas todos os dias pelo mundo.

Para agravar ainda mais os ânimos, Celtic e Rangers dominam amplamente o futebol na Escócia, só perdendo o mesmo em alguns momentos isolados para Hearts, Aberdeen e Hibernians, que protagonizam o "New Firm".

Em toda a história, Celtic e Rangers ostentaram momentos de glórias, mas também de decepções. O Rangers conquistou o Campeonato Escocês 54 vezes, a Copa da Escócia 33 vezes e a Copa da Liga da Escócia 27 vezes. O Celtic foi campeão 47 vezes da Scottish Premier League, conquistou 36 vezes a Copa da Escócia e 15 vezes a Copa da Liga Escocesa.

No total, Celtic e Rangers, juntos, ganharam 98 das 117 edições do Campeonato escocês realizadas até hoje. Desde a temporada 1984-1985, que uma equipe não quebra a hegemonia da dupla. O último a alcançar tal feito foi o Aberdeen, treinado por Alex Ferguson.

Após anos de equilíbrio entre as duas equipes, o Celtic tomou a liderança do domínio local, conquistando nove Campeonatos da Escócia de maneira consecutiva, entre as temporadas 1965-1966 e 1973-1974.

Neste período, em 1967, o Celtic se tornou o primeiro clube britânico a conquistar a cobiçada Copa dos Campeões, após derrotar a então a bicampeã europeia Internazionale por 2 a 1, em final disputada no estádio Nacional de Lisboa. Aquela equipe do Celtic, comandada por Jock Stein, é tida até hoje como uma das maiores da história do futebol, e foi nomeada como "Os leões de Lisboa", devido ao local do triunfo. Os gols do Celtic naquela decisão foram marcados por Tommy Gemmell e Stevie Chalmers. Sandro Mazzola descontou para a Inter.

No mesmo ano de 1967, o Celtic disputou a final da Copa intercontinental contra o Racing da Argentina, campeão da Libertadores. O primeiro jogo aconteceu no Celtic park, e os escoceses venceram por 1x0. No jogo decisivo, no El Cilindro, em Avellaneda, o Racing venceu por 2x1, ficando com o titulo.





Em 1970, os "The Bhoys" ainda chegaram em mais uma final da Copa dos Camdesta, mas desta vez perderam para Feyenoord por 2x1 no San Siro, em Milão. Tivemos gols de Rinus Israël e Ove Kindvall para os holandeses, com Tommy Gemmell marcando o gol de honra do Celtic.

A grande glória europeia do Rangers, foi a conquista da Recopa Europeia de 1972, na qual bateu o poderoso time do Bayern de Munique na decisão. Dentro do território escocês, o maior período de hegemonia do Rangers aconteceu entre os anos de 1989 e 1997, quando os azuis também conquistaram nove ligas nacionais de maneira consecutiva.

A última grande aventura europeia do Rangers aconteceu em 2008, quando o clube chegou na sua terceira final de Copa da Uefa. O adversário, na ocasião, foi o Zenit da Rússia. O clube russo venceu por 2x0 com gols de Igor Denisov e Konstantin Zyryanov.

Uma curiosidade, é que neste mesmo 2008, o goleiro do Celtic, Artur Boruc, foi multado por fazer um sinal da cruz para os torcedores do Rangers.

Hoje, o Celtic reina absoluto na Scottish Premiership. O Rangers acabou sendo rebaixado por conta de dívidas em 2012, tendo que recomeçar da quarta divisão, e só conseguiu retornar à elite nesta temporada. A disparidade de divisões tornou o clássico mais raro nos últimos anos. 

De certo, o futebol aguarda o retorno dos Gers, pois este é um dos mais lindos dérbis do planeta, e é a elite, o lugar onde dois gigantes desta magnitude sempre devem estar.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Top