Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História


Harry Kane: o "9" que a Inglaterra precisava


Há muito tempo a Inglaterra procura um "9", um goleador, um artilheiro, ou seja lá qual for o nome que você prefere dar. Mesmo aqueles timaços que o país montava na primeira década dos anos 2000 acabava em Heskey ou Crouch. O melhor momento do English Team foi às vésperas da Copa de 2006, quando Rooney e Owen atuavam juntos na frente. Vendo isto, é compreensível que a Seleção inglesa não ganhe um título há muito tempo, e até tenha deixado de disputar a Euro de 2008, mesmo tendo a melhor Liga de futebol do planeta.


Mas, agora perto de uma nova Euro, oito anos depois da vexatória ausência, a equipe pode contar com uma boa leva de centroavantes, embora nem todos sejam da mesma geração. Sturridge começa a voltar ao seu melhor, após uma série de lesões, e Vardy é a boa surpresa da temporada da EPL ao lado de Marez, Kanté e os outros Ranieri Boys do Leicester. Os dois até podem atuar ao lado de outro centroavante, como já fizeram com Suárez e Ulloa/Okazaki, e formariam também uma boa dupla de ataque com aquele, que parece ter tudo para ser o melhor jogador da nova geração de craques Ingleses: Harry Kane.




Kane e Vardy dividem a artilharia da atual edição da Premier League com 19 gols, e muitos não sabem, mas atuaram juntos no Leicester, quando o mesmo habitava as divisões inferiores do futebol da Terra da rainha. Não eram há dois anos atrás, quando a Inglaterra se preparava para vir ao Brasil jogar a Copa do Mundo e começar a disputa das Eliminatórias da Euro, nem mesmo cotados para defender a seleção. Tudo bem, Kane ainda era muito jovem, mas nem de longe surgiu como um dos mais badalados de sua geração. Outros prodígios ingleses, como Rodwell, Shelvey, Barkley, Sterling e Stones sempre foram mais badalados. Alguns foram grandes flops, como é o caso dos dois primeiros, e os outros três ainda não mostraram tanto quanto Kane.


Se o Tottenham ainda nutre chances reais de conquistar esta Premier League, muito é por causa dos gols de Harry Kane. No último domingo, ele foi decisivo ao marcar os dois gols da vitória dos Spurs contra o Aston Villa no Villa Park. No Sábado anterior, ele foi fundamental no empate contra o Arsenal. No momento, a luta pela taça da EPL, parece reduzida a Spurs e Foxes. Se não fossem os recentes gols de Kane, o Leicester já poderia ter aberto uma vantagem ainda maior na ponta, e praticamente assegurado o título. Dá para ir além, e dizer que com os cinco pontos de vantagem e a regularidade do Leicester, ele já poderia ser dado como o Campeão, não fosse a forma recente de Kane. Apesar de toda a qualidade de Alli, Lamela e Eriksen, o Tottenham precisará ter o seu melhor jogador em sua melhor forma, se quiser levantar a taça.

O jovem é o jogador inglês que mais marcou nas últimas duas edições da Premier League (40). "Quero ser um dos melhores atacantes do planeta, e para isto preciso marcar gols. Estou feliz onde estou agora", declarou o artilheiro nesta semana.


Kane e a Euro 


Na Euro 2016, a Inglaterra está na mesma chave de País de Galês, Rússia e Eslováquia. Três seleções medianas, com algum potencial para complicar uma partida, mas que dão ao English Team a condição de favorito no grupo.

Na Euro como um todo, os favoritos parecem ser a França (país-sede), a Alemanha (atual campeã Mundial) e Espanha (atual bicampeã européia), mais ou menos nesta ordem. A Inglaterra estaria ao lado de Itália, Bélgica e Portugal em um grupo de seleções que podem surpreender, e correm por fora.


Qualquer possibilidade de o Tottenham conquistar esta Premier League, ou de a Inglaterra conquistar a Euro, passa muito por Harry Kane. Cada vez mais, o jovem inglês precisará neste ano de 2016 mostrar que é um dos melhores jogadores do planeta de sua geração. Potencial ele tem para isto. Só falta confirmar, o que já vem fazendo.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Top