Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História






O Leicester sonha com o título da Premier League 2015-2016. Com uma campanha exemplar, o time luta pela taça, tendo como maiores concorrentes no momento Arsenal, Tottenham e Manchester City. Treinado pelo técnico italiano Claudio Ranieri, que havia sido demitido da Seleção grega com um fraco aproveitamento, que incluía duas derrotas para a Seleção de Ilhas Faroé, o time é liderado em campo pelo trio Kanté-Mahrez-Vardy. Preenchem o bolo, nomes como Schemeichel e Okazaki, e mesmo alguns reservas, quando entram dão conta dom recado, como é o caso do argentino Ulloa, autor do gol da vitória contra o Norwich no último Sábado.

Durante boa parte desta Premier League, a dúvida era em que rodada o Leicester iria cair de rendimento. Hoje, a dúvida já é se esta queda realmente irá acontecer. O time ganha alguns jogos jogando, outros jogando mal, mas vai somando pontos, e é assim que se faz um Campeão nos pontos corridos.

Mas a história guarda precedentes de outros Leicesters. Nós listamos alguns abaixo, e isto que deixamos de fora outras equipe espetaculares, como Caglliari dos anos de 1960 e o Atlético de Madrid da temporada 2013-2014. O primeiro, porque os tempos eram outros, e o segundo, porque além de se tratar de um clube muito grande, o fator Simeone pesou muito, e de tão abordado que já foi aqui, iriamos acabar chovendo no molhado.



Blackburn - Temporada 1994-1995 (Inglaterra)




Talvez o caso que mais lembre o do Leicester seja o do Blackburn. Embora não sejam cenários idênticos. Era um período de transição no futebol inglês. O Liverpool vivi uma queda, o Manchester United, ascensão. O Blackburn terminou a EPL 1992-1993 na 4º colocação, e foi vice-campeão na temporada 1993-1994. A equipe recebia investimentos do magnata Jack Walker, e contava com grandes jogadores. Treinado por Kenny Dalglish, o Rovers tinha em seu elenco, peças bastante conhecidas, como o goleador Alan Shearer, Graeme Le Sauxm Henning Berg e Tim Sherwood. No começo da temporada 1994-1995 foi até o Norwich e contratou Chris Sutton, grande promessa do futebol inglês na época.

O time começou com força total a sua campanha na Premier League, e só foi tendo uma queda na reta final. Não dá para dizer que não era um candidato ao título inglês no começo da temporada, mas não era o grande favorito (papel que cabia ao Manchester United).

Só cinco clubes já foram campeões da Premier League. Além do Blackburn, Manchester United, Manchester City, Arsenal e Chelsea são os únicos a já terem levantado a taça.
Curiosamente, na temporada 1994-1995, o Leicester City terminou a Premier League na 21º colocação e foi rebaixado.



Nottingham Forest - Temporada 1977-1978 (Inglaterra)


Campeão da Copa dos Campeões em 1979 e 1980, o Nottingham Forest também se sagrou Campeão inglês na temporada 1977-1978. Treinado por Brian Clough, que também venceu o inglesão em 1971-1972, com o Derby County, o time havia conseguido o acesso na temporada 1976-1977 com dificuldades, o que não lhe impediu te terminar a sete pontos a frente do Vice- campeão Liverpool, logo no primeiro ano de volta a elite. Vale lembrar que este Liverpool, era então o atual bicampeão da Europa.




Montpellier - Temporada 2011-2012 (França)

Em 2012, o Montpellier surpreendeu o Paris Saint-Germain, que começava a receber investimentos do Catar e se tornar uma potência. Treinado por René Girard, e como nomes como Belhanda e Giroud no time, a equipe foi a unica que superou o PSG na fase bilionária.


Kaiserslautern - Temporada 1997-1998 (Alemanha)

Uma vitória por 1x0 sobre o Bayern em Munique, foi o primeiro passo para a conquista da Bundesliga dado pelo Kaiserlautern de Otto Rehhagel, campeão alemão da temporada 1997-1998.




La Coruña  - Temporada 1990-2000 (Espanha)

Deportivo La Liga dos Campeões 1999/2000

O La Coruña montou times fortes entre os anos de 1990, e a primeira metade dos anos 2000. O auge da Grande fase foi a Conquista do Campeonato Espanhol 1999-2000. Naquela época, o técnico Javier Irureta, transformou a conquista de La Liga em um grande Santo Graal para o Clube, e foi atrás dela.

O time do Depor tinha muita qualidade. No gol, Jacques Songo’o tinha a experiência de três Copa do Mundo, e na linha, achamos jogadores como Mauro Silva, Djalminha e Roy Makaay. Mas o grande craque mesmo daquela conquista, foi o Estádio Riazor. Com uma campanha quase perfeita em casa, e péssima fora, o time foi levando, e no final das contas se sagrou Campeão, aproveitando um Barcelona em transição e um Real focado na Champions League.


De 1985 para cá, só cinco clubes foram campeões espanhóis :  Barcelona, ​​Real Madrid, Atlético de Madri, Valencia e o próprio La Coruña.


Verona  - Temporada 1984-1985 ( Itália)



O Verona viveu os seus melhores momentos na história, logo após o acesso à Serie A, em 1982. Logo nas duas primeiras temporadas na elite, nada de risco de queda: um 4° e um 6° lugar, combinados com uma final de Coppa Italia. A maior glória da equipe treinada por Osvaldo Bagnoli, contudo, foi a conquista do título italiano na temporada 1984/85. O elenco contava com grandes jogadores, como Hans-Peter Briegel e Preben Elkjær.

Boavista - Temporada 2000-2001 (Portugal)



Que Portugal tem uma Liga tripolarizada, entre Benfica, Porto e Sporting, todo mundo sabe. Na temporada 2000-2001, Portugal completava 55 anos sem um Campeão novo. O último time a conquistar o título nacional fora do trio de ferro havia sido o Belenenses. Foi aí que surgiu o Boavista. Com um plantel montado a imagem e semelhança do seu treinador, Pacheco. Como jogador, ele lutava por cada bola como se fosse um prato de comida. E um de seus grandes méritos, foi levar este espírito aos seus jogadores. O símbolo disto foi uma vitória sobre o Porto, por 1x0, ainda na metade do Campeonato. Os portistas lideravam a liga, mas sentiram o golpe. A partir dali, o Boa Vista inciou uma reação impressionante, assumindo a liderança na virada do primeiro para o segundo turno, e apenas administrando a ponta na reta final. A Campanha bastante regular, culminou na conquista da Taça, com uma rodada de antecipação, após uma goleada de 3x0 sobre o Deportivo Alves. A campanha como mandante, foi impressionante. Das 23 vitórias no Campeonato, 16 foram na 17 partidas como mandante, um aproveitamento praticamente perfeito. Podemos destacar daquela equipe, o goleiro Ricardo, o volante Petitt, o meia boliviano Erwin Sánchez e o artilheiro Elpídio Silva.


Rubin Kazan - Temporada 2008 (Rússia)


Reconhecidamente, as grandes forças do futebol russo são os Gigantes da Capital (CSKA, Lokomotiv, Spartak e Dínamo) e o Zenit. Contudo, em 2008, o Rubin Kazan, brilhantemente comandado por Kurban Berdyev, surpreendeu a Europa, levantando a taça.


Bursaspor - Temporada 2009-2010 (Turquia)


A Turquia é outro país de Liga tripolarizada, entre Fenerbahçe, Galatasaray e Besiktas, com o Trabzonspor aparecendo como quarta força. Na temporada 2009-2010, o Bursaspor se tornou a primeira equipe de fora de Istambul a conquistar a Süper Lig turca, desde 1984. O elenco era muito bom, e contava com peças como Pablo Batalla, Volkan Şen, Sercan Yıldırım e Ozan İpek. Os crocodilos se sagraram campeões após uma vitória por 2x1 sobre o Beşiktaş na última rodada, combinado com um empate em 1x1 do Fenerbahçe com o Trabzonspor.


Tavriya Simferopol - Temporada 1992 (Ucrânia)


Dominada por Shakhtar Donetsk e Dínamo de Kiev Contudo ainda em seus primórdios, o país viu o pequeno Tavriya Simferopol, ser Campeão nacional. Na época, o torneio contava com fase de grupos e decisão em final. O Tavriya venceu o Dínamo de Kiev na final.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Top