Confira a análise do sorteio das quartas da Champions



Confira a análise do sorteio das quartas da Champions



O sorteio das quartas-de-final da Liga dos Campeões realizado na manhã desta sexta-feira trouxe quatro confrontos interessantes. Em cada um deles, há um favorito, o que não significa que não tenhamos alguma margem para surpresas, especialmente em três deles

Os jogos acontecerão nos dias 5, 6, 12 e 13 de abril. Real Madrid, Bayern, Barcelona e PSG largam com um certo favoritismo, embora os franceses tenham pela frente um Manchester City que é uma grande incógnita. Seja lá como for, a competição tem tudo para pegar fogo, e ser espetacular até o final. Confira a análise dos confrontos:



Wolsfburg x Real Madrid

Jogo de ida: 6/4, na Volkswagen Arena, em Wolfsburg

Jogo de volta: 12/4, no Santiago Bernabéu, em Madri





O Real Madrid foi o time de maior sorte neste sorteio das quartas-de-final. O Wolfsburg desta temporada não é nem de longe tão forte quanto a da temporada passada, muito por causa da perda de seu grande nome, Kevin De Bruyne. Chegou até aqui, muito porque deu sorte nos dois sorteios anteriores, algo que não aconteceu agora.

A eliminatória não é páreo corrido, mas dá para dizer que o adversário do Real nas Oitavas (a Roma), era mais qualificado. Os merengues tem um time melhor, uma camisa mais pesada e tudo para assegurar a classificação, especialmente se não derem aos lobos tantos espaços para o contragolpe como deram para a Roma.



Bayern de Munique x Benfica





Jogo de ida: 5/4, no Allianz Arena, em Munique

Jogo de volta: 13/4, no Estádio da Luz, em Lisboa




O Bayern é outro que na teoria, vai pegar um adversário menos complicado do que o das Oitavas. Contudo, assim como a Juventus tinha mais time e tradição que a Roma, o Benfica também tem mais time e tradição que o Wolfsburg, na comparação com os adversários do Real.


As águias tem uma defesa até que sólida, um Renato Sanches com tudo para ser um dos melhores do Mundo em um futuro próximo, um Gaitan com nível para fazer parte do grupo de jogadores de qualquer clube do Mundo, e um Jonas brigando pela chuteira de Ouro, empilhando gols com um coadjuvante como Mitroglou, que merece o Oscar, ao seu lado. Contudo o Bayern é o Bayern, e se é Bayern é bom (ou quase isto).



Mesmo quando encarou uma Juventus, vice-campeã européia, se superando e na frente do marcador, o Gigante da Baviera conseguiu levar a melhor, arrumando uma maneira ou outra de arranjar a vitória. O grupo de jogadores do Bayern é fantástico, e só para o meio/ataque, tem Douglas Costa, Ribery, Robben, Coman, Gotze, Müller e Lewandowski. Se um deles não estiver bem, o outro pode entrar no jogo e fazer a diferença. Se a partida não estiver legal, o Bayern ainda tem no banco Pep Guardiola, o melhor técnico do Mundo, capaz de mudar um jogo a qualquer momento.


Tudo bem, vale lembrar que na temporada passada, o Bayern teve dificuldades com o Porto nesta mesma etapa. E a tendência é esta, que tenha dificuldades, com o Benfica, entre grandes e moderadas, mas no fim das contas, avance.



Barcelona x Atlético de Madrid

Jogo de ida: 5/4, no Camp Nou, em Barcelona

Jogo de volta: 13/4, no Vicente Calderón, em Madri







O novo clássico espanhol terá mais uma edição européia. Atlético de Madrid e Barcelona se enfrentaram duas vezes na atual edição do Campeonato Espanhol, com o Barça vencendo os dois jogos pelo placar de 2x1. Realmente, o Atlético não tem contra os catalães o mesmo retrospecto recente que tem contra o Real, tendo perdido os seus seus seis últimos jogos (todos na era Luís Enrique). Mas, na temporada 2013-2014, as duas equipes se enfrentaram nesta mesma fase da Champions, e deu Atlético. No jogo de ida, no Camp Nou, empate em 1x1, com gols de Meninos da Vila: Diego abriu o placar para o Atlético, enquanto Neymar empatou para o Barça. No Vicente Calderón, os Colchoneros venceram por 1x0, e avançaram para as semifinais. O gol do triunfo foi marcado por Koke, logo no começo do jogo.

Espere mais uma vez o Atlético de Madrid impondo muitas dificuldades ao Barcelona, apostando no jogo físico, e procurando encurtar espaços. Contudo, em algum momento, um dos integrantes do trio MSN deve achar uma brecha, e fazer a diferença.


PSG x Manchester City





Jogo de ida: 6/4, no Parque dos Príncipes, em Paris

Jogo de volta: 12/4, no Etihad Stadium, em Manchester


PSG e Manchester City, tem semelhanças que vão além do investimento árabe dos últimos anos. Os dois clubes evoluíram muito após a entrada do capital estrangeiro, cada um ao seu modo, se adaptando a realidade de sua própria Liga, mas chegam com a mesma intenção neste momento: dar o esperado saldo de nível, e se colocar no Top 4 da Europa.

No papel, PSG e Manchester City tem os dois melhores elencos da Europa, depois do trio de ferro Barcelona-Real-Bayern. Se de certo modo os três gigantes vão encarar as três equipes de menor investimento (embora o Atlético de Madrid ainda tenha um Budget um pouco superior ao do Wolfsburg e ao do Benfica), este é o jogo que reúne equipes mais parelhas em potencial, embora o Paris Saint-Germain esteja na frente em termos de conjunto e produção.


Mais do que isto, PSG e Manchester City tem maneiras bem semelhantes de jogar futebol. Ambos buscam a compactação e a valorização da posse da bola. Hoje a equipe francesa faz isto de maneira bem maior e melhor, embora os Citizens devam se jogar ainda maia neste estilo de jogo, após a chegada de Pep Guardiola no meio do ano. As idéias de Blanc e Pellegrini tem muitas semelhanças, embora ambos tenham evoluído seus pensamentos, e consequentemente a maneira como seus times jogam, com o passar dos anos.


Se o PSG já é Campeão da Ligue 1, o Manchester City praticamente já não tem mais chances de conquistar a Premier League. Embora ainda precise de pontos para se garantir na próxima Champions, aqui vemos outra semelhança entre as equipes: ambas vão com foco total na luta pelo título desta UCL.
Tecnologia do Blogger.