O Ajax contou com dois golaços para virar o clássico contra o Feyenoord e seguir lutando pela taça



Ajax e Feyenoord fizeram neste domingo o mais importantes clássico da Holanda, o Der Klassikler, na Amsterdam Arena. As duas equipes foram as primeiras do país a conquistarem a UEFA Champions League, e carregam entre si uma imensa rivalidade, que inclui componentes políticos e religiosos.

A rivalidade entre as duas equipes se originou de uma disputa entre as cidades. Amsterdã, capital do país, cidade da cultura, das festas e do dinheiro, desperta o ódio da portuária Roterdã, dos estivadores e operários.

A maior torcida da Holanda é a do Ajax, e é conhecida como Joden (judeus, em holandês). Em alguns momentos, alguns grupos de torcedores do Feyenoord foram relacionados com práticas nazistas e anti-judeus, causando confrontos muito grandes fora de campo. Hoje, contudo, de certa forma a parte religiosa assumiu um papel de coadjuvante, deixando o Campo e a bola como protagonistas.

Voltando ao jogo deste Domingo, o Ajax acabou vencendo por 2 x 1, de virada, e com dois golaços. O Feyenoord chegou a abrir o placar, com Jens Toornstra, aos 13 minutos de jogo, mas Amin Younes, oito minutos depois fez uma jogadaça para empatar. O gol só não foi o mais bonito da partida, porque o promissor Riechedly Bazoer acertou um chutaço "na gaveta", já na segunda etapa, para dar mais um triunfo ao Ajax, que ao que tudo indica irá fazer um pega sensacional com o PSV, até o final, pelo título da Eredivisie nesta temporada.

As duas equipes já dispararam na ponta. O time de Eindhoven chegou aos 53 pontos neste final de semana, após bater o Utrecht fora de casa por 2x0. O Ajax foi à 52. O terceiro colocado é o surpreendente Heracles, que tem 38 pontos, 15 a menos que o líder. Já o Feyenoord, após a derrota no Clássico, é apenas o quarto colocado, com 36, e dá para dizer que já deu adeus à taça.

Veja os gols:

,
Tecnologia do Blogger.