Guia da Libertadores 2016


Guia da Libertadores 2016


O Portal Futebol Europeu BR é o sucessor do Champions League Brasil, que costumeiramente lançava um Guia da Libertadores, pois é dela que sai o provável adversário do Campeão da Champions no Mundial de clubes da FIFA.


Mesmo que a Liberta tenha diminuído de importância nos últimos anos, dentro do cenário Internacional, não há como negar que o torneio tem o seu charme. Logo nesta fase de grupos, já temos um Grupo 1 com um São Paulo, sem Rogério Ceni em campo, mas com a volta de Lugano, e o atual campeão River Plate, que tem o retorno de seu grande ídolo: Andrés D'Alessandro. A chave ainda conta com o perigoso The Strongest da altitude boliviana, e a incógnita Trujilianos, da Venezuela.

A chave 2, também tem o seu River Plate, mas é o do Uruguai. Ele faz companhia ao brasileiro Palmeiras, ao Nacional do Uruguai e ao argentino Rosário Central, formando um grupo para lá de complicado.

No grupo 3, o Boca Juniors de Carlitos Tevez é o grande favorito. Seu grande rival deverá ser o Racing, também da Argentina. Os duelos entre os argentinos prometem muita emoção, em clássicos que são sempre quentes. Bolívar e Deportivo Cali fazem as vezes de figurantes da chave, buscando surpreender. O Deportivo Cali foi vice duas vezes da Liberta, uma delas perdendo a final justamente para o Boca Juniors.

Na Chave 4, os tradicionais Peñarol e Atlético Nacional, medem forças com o Sporting Cristal do Peru e o Huracán, da Argentina, que disputa a Libertadores pelo segundo ano seguido.

A chave 5 tem o brasileiro Atlético Mineiro, que terá de encarar Melgar, Colo-colo e o Independiente dell Valle, buscando voltar a conquistar a América.

Toda a competição tem que ter o seu grupo da morte, e o desta Libertadores é o 6, onde está o Grêmio, fazendo companhia ao San Lorenzo, a LDU e o Toluca. Os gremistas, treinados pelo competente Roger Machado, são os favoritos, mas devem ter dificuldades.

Olimpia, Emelec, Deportivo Táchira e Pumas-UNAM formam o grupo 7, enquanto o 8 tem um remontado Corinthians, o Cerro Porteño, Cobresal e Santa Fé.

Tecnologia do Blogger.