Guardiola no Manchester City: um sonho realizado 10 anos depois






Desde que Pep Guardiola anunciou a sua saída do Bayern de Munique ao final da temporada, em Dezembro, muito se especulou sobre o seu futuro. Nesta Segunda-feira, ele foi anunciado como o novo treinador do Manchester City, e assune o cargo no começo da temporada 2016-2017. Os Citizens realizam um sonho, que lhes escapou da concretização por muito pouco, há 10 anos.



Guardiola foi um jogajogador de sucesso no Barcelona, mas deixou o Clube aos 30 anos, e começou uma grande andança pelo planeta bola. Seu destino na sequência foi a Itália, onde defendeu o Brescia e a Roma. Na sequência, passou pelo Catar, onde defendeu o Al Ahli. Foi aí que, em agosto de 2005, a diretoria de um Manchester City ainda não milionário e recém saído da Championship foi atrás da contratação do então veterano meio-campista catalão. O técnico dos Citizens na época,  Stuart Pearce, só aceitou o negócio caso Guardiola passasse por testes na equipe antes. Pep não aceitou, logicamente, e rumou ao México, para defender a camisa do Dorados de Sinaloa naquela temporada.




No México, Guardiola atuou ao lado de "Loco" Abreu, e é querido até hoje. Após pendurar as chuteiras, virou treinador das categorias de base do Barcelona, até chegar ao time profissional em 2008. Se transformou no técnico mais vencedor da História do Barça, e em 2013 assumiu o comando do Bayern de Munique. Seu estilo revolucionário causou um pouco de assusto aos mais ortodoxos do futebol germânico, mas não dá para negar que faz um grande trabalho. Ampliando as variações táticas, Pep transformou o vencedor Bayern em imbatível na Bundesliga, e agora irá rumar à Liga mais rica e competitiva do planeta. 


Hoje, Pep Guardiola encontrá um Manchester City bem diferente do de 2005. Após o investimento catariano, os Citizens se tornaram uma das equipes mais fortes e temidas da Europa. Qualquer jogador gostaria de atuar no Etihad Stadium, aind mais agora, sob o comando do melhor técnico do Mundo.

Tecnologia do Blogger.