Manchester City vence o Dínamo em Kiev, e se aproxima das quartas de Final




Belo passo do Manchester City para enfim chegar nas quartas de final da UEFA Champions League. A vitória por 3x1 na Ucrânia sobre o Dínamo de Kiev, permite aos Citizens perder por um gol de diferença ou até por 2x0, e mesmo assim avançar.

O início do jogo até não foi fácil para o Manchester City. O Dínamo começou a partida bastante incisivo, e exigindo boas intervenções do goleiro Joe Hart. Contudo, o meio-campo reforçado dos visitantes, com Fernando, Fernandinho e Yaya Touré foi a chave para a contenção da equipe ucraniana nos minutos iniciais, justamente aqueles de maior pressão da equipe que joga em casa.

Passados os 10 minutos iniciais, o City foi mostrando maturidade, e começou a resolver. Os ingleses chegaram ao primeiro gol logo aos 15 minutos de jogo, com Aguero, que recebeu boa assistência de Yaya Touré. No finalzinho da primeira etapa, David Silva fez o segundo gol dos Citizens, garantindo ainda mais tranquilidade para os visitantes.

No segundo tempo, o Dínamo de Kiev chegou a decontar com Buyalskiy, mas no final da partida, Yaya Touré, com um belo arremate de pé esquerdo, fez o terceiro tento do City, e fechou o placar.

Boa partida do Manchester City, que não vinha bem dentro da Inglaterra. O meio-campo, com Fernandinho, Fernando e Touré foi um bom achado de Manuel Pellegrini, contendo bem o setor de armação do Dínamo (em especial o perigoso Yarmolenko), e facilitando a retomada de bola e a ligação rápida, fatores chaves para o resultado. Aguero mais uma vez foi decisivo, e chegou ao 16° gol nos últimos 17 jogos na UEFA Champions League. Se o City teve um destaque negativo foi David Silva, que apesar do gol, mais uma vez não teve dinamismo em campo, e errou muitos passes.


Ficha Técnica:

Dínamo de Kiev 1x3 Manchester City

Escalações:

Dínamo de Kiev: Shovkovskiy, Danilo Silva (Makarenko, 20'/2ºT), Dragovic, Khacheridi e Vida; Rybalka, Garmash (Miguel Veloso, 30'/1ºT), González E Buyalskiy; Yarmolenko, Teodorczyk (Júnior Moraes, intervalo). Técnico: Serhiy Rebrov

Manchester City: Hart, Sagna, Otamendi, Kompany e Clichy; Fernando, Fernandinho e Yaya Touré; Sterling, David Silva e Agüero (Iheanacho, 45'/2ºT). Técnico: Manuel Pellegrini

Árbitro: Antonio Lahoz-ESP
Gols: Agüero (15'/1ºT), David Silva (40'/1ºT), Buyalskiy (13'/2ºT), Yaya Touré (44'/2ºT)
Local: NSK Olimpiyskyi, em Kiev (UCR)
Tecnologia do Blogger.