Barcelona não foi brilhante, mas venceu o Atlético

Foto: Barcelona

Os duelos entre Barcelona e Atlético de Madrid podem não ter a mesma rivalidade de ambos com o Real Madrid, mas nos últimos anos tem sido quentes. Os colchoneros geralmente abusam das faltas táticas, muitas vezes apelam para a violência, e isto sempre resulta em discussões, tumultos e expulsões. Não foi diferente na vitória de hoje do Barcelona, por 2x1. O Atlético saiu na frente com Koke, viu o Barça não ser brilhante mais uma vez, mas o MSN novamente apareceu, e deu um triunfo para lá de importante para o clube blaugrana.

O Atlético de Madrid foi superior no começo da partida, marcando a saída de bola dos donos da casa, e não deixando o adversário jogar. Assim, conseguiu marcar o seu gol, aos 10 minutos de jogo, através do sempre eficiente Koke. Só que, na primeira chance que o Barcelona teve, empatou o placar.

Lionel Messi, após receber passe de Jordi Alba, impôs à defesa colchonera, liderada pelo goleiro Oblak, o nono gol sofrido neste Campeonato Espanhol. Pouco antes do final da primeira etapa, Filipe Luís fez falta dura em Messi, e acabou expulso.


Na segunda etapa, Daniel Alves serviu Luis Suárez, para o uruguaio virar a partida para os Blaugranas. O charrúa do Atleti, Diego Godín, foi expulso após receber dois amarelos, logo na sequência, deixando o time de Simeone com apenas 9 homems em campo. Mesmo assim, os discípulos de Cholo foram com tudo para cima, mandando até o goleiro Oblak para a área adversária. Mas quem brilhou foi o goleirão do Barça, Claudio Bravo, que com importantes intervenções, segurou o placar.

Com o resultado, o Barcelona termina a 21ª rodada da Liga espanhola com 53 pontos, três à mais do que o Atleti, e tendo um jogo a menos.

Uma curiosidade: este foi o sexto duelo entre o Barcelona de Luis Enrique e o Atlético de Simeone. O Barça de Lucho venceu os seis jogos. 


Os gols do jogo:




Tecnologia do Blogger.