Guia do Mundial de Clubes 2015

Guia do Mundial de Clubes 2015
Imagem: FIFA




Guia das Semi-finais do Mundial de Clubes 2015


O Mundial de Clubes teve seu início na Semana passada, mas para o representante do Futebol Europeu, o Barcelona, ele se inicia nesta Quinta-feira, dia 17 de Dezembro, já na Semi-final. Os Blaugranas entram em campo para enfrentar os chineses do Guangzhou Everegrande, de uma legião de brasileiros na qual se inclui o experiente técnico Luis Felipe Scolari. A equipe do extremo da Ásia já aprontou nas Quartas de Final ao eliminar o América do México, então é sempre bom ficar de olho.


Um dia antes, na quarta, acontece a outra semi-final, entre Sanfrece Hiroshima e River Plate. O representante argentino vai com tudo para o Mundial, e parece ser a maior ameaça para o Barcelona.

Neste ano, o torneio volta para a Ásia, e será disputado no Japão, após dois anos no Marrocos. 


Confira abaixo o Guia das Semi-finais do Mundial de Clubes, com um preview das quatro equipes.


Barcelona



O Barcelona tenta encerrar um 2015 fantástico com a conquista do Mundial de Clubes. A equipe já venceu neste ano o Campeonato Espanhol, a Copa do Rei, a UEFA Champions League e a Supercopa da UEFA, só tendo perdido a Supercopa da Espanha para o Athletic Bilbao.



Não há como negar o favoritismo Blaugrana na competição, cujo a qual o Barcelona já venceu em 2009 e 2011, após ter derrotado Estudiantes e Santos, respectivamente. O Barça tem Messi, Neymar e Suárez comandando o ataque, mas do meio para trás, também sobra qualidade. Iniesta, Daniel Alves, Mascherano e Piqué são só alguns dos jogadores Culés que poderiam ser titulares em qualquer equipe do Mundo. Fica difícil, por exemplo, de achar algum jogador em qualquer outra equipe deste Mundial que seria titular do Barça.

Nos últimos 10 anos, a Europa venceu o Mundial de Clubes sete vezes, e disputou tidas as finais, algo que nenhum outro continente conseguiu. Fica difícil acreditar que com o Barcelona em 2015, será diferente. Uma derrota neste ano, poderia ser considerada tão ou mais surpreendente quanto a sofrida para o Internacional em 2006.



Guangzhou Everegrande



Nenhum país da Ásia,e poucos países do Mundo investem tanto em termoa de futebol quanto a China hoje. E ninguém investiu tanto em reforços na China nos últimos anos quanto o Guangzhou Everegrande, que não de graça deixou poucas dúvidas que venceria a AFC Champions League, tendo um amplo favoritismo mesmo contra o Al Ahly na decisão.

Só de brasileiros, o Guangzhou Everegrande conta no elenco com Ricardo Goulart (hoje o principal jogador da equipe), Robinho, Alan ( ex-Fluminense e Red Bull Salzburg), Elkeson e Paulinho, além di técnico Luiz Felipe Scolari. A equipe chega com uma força que nunca antes um time de fora do eixo Europa/América do Aul chegou, e teria armas para chegar em uma decisão, não fosse o azar de pegar o Barcelona ainda na Semi-final.


River Plate



Depois de 19 anos, o River Plate voltou a Libertadores da América, e tenda encerrar um ciclo internacional fantástico neste Mundial. Recentemente, o River já conquistou a Copa Sul-americana 2014, a Recopa 2015, a Suruga 2015 e a Libertadores 2015, que deu ao time a condição de jogar este Mundial.


Para conquistar a Libertadores, o River teve de deixar pelo Caminho o rival Boca Juniors, o Campeão brasileiro Cruzeiro e o Guaraní do Paraguai (algoz do Corinthians), até derrotar o forte time do Tigres na decisão. A equipe comandada pelo ex-craque 


Marcelo Gallardo teve a perda recente de algumas peças importantea, como a do zagueiro Ramiro Funes Mori, que foi para o Everton da Inglaterra, mais ainda tem condições de exercer um bom papel. O grande volante uruguaio Carlos Sanchéz já está de partida, indo para o Monterrey-MEX, e deixa a equipe após o Mundial de Clubes, assim como o promissor volante Kranevitter, já está vendido ao Atlético de Madrid. Os dois, ao lado de Ponzio formam um forte trio de meio-campo, sendo que Kranevitter se resguarda um pouco mais protegendo a defesa, e oa outros dois apoiam um pouco nais o ataque. Pity Martinez é o grande responsável pela criação de jogadas, com o atacante Rodrigo Mora e o artilheiro Lucas Alario comandando o ataque. O bom Leonardo Pisculichi é o 12° jogador, podendo ser uma bela alternativa para a equipe. Outra alternativa para o ataque é o experiente Javier Saviola, que inclusive já defendeu o Barcelona na década passada.



Passando para a final pode o River derrotar o Barcelona? Poder até pode, e a equipe argentina ainda é a mais capacitada para isto na competição. Mas será uma tarefa, muito complicada ....





Sanfrecce Hiroshima

O anfitrião deste Mundial de Clubes 2015 é o atual campeão japonês ter Sanfrecce Hiroshima, que derrotou o Gamba Osaka na final da J-League, após ter feito a melhor Campanha da temporada Regular.


O Sanfrecce Hiroshima mostrou força nas quartas de final ao golear por 3x0 o TP Mazembe do goleiro Kidiaba, que em 2010 foi vice-campeão do torneio. O objetivo é fazer história, e quem sabe eliminar o River, chegando na final. A missão é complicada, mas não é impossível ...

A equipe vai para a sua segunda participação, em Mundiais, tendo na primeira terminado na quinta colocação. 



Já eliminados:

x Auckland City
x Mazembe
x América do México
Tecnologia do Blogger.